Beleza / Wellness

Mito ou realidade. O frio queima mais calorias?

A queima de energia é essencial para o normal funcionamento do organismo - esta não é uma questão negociável. Mas será que as temperaturas mais baixas, negativas até, contribuem para todo o processo? Uma nutricionista esclarece.

Desfile Miu Miu Outono/Inverno 2021
Desfile Miu Miu Outono/Inverno 2021 Foto: Miu Miu
05 de janeiro de 2023 Ana Filipa Damião

Diz o rumor que é no inverno, quando as temperaturas podem chegar aos graus negativos, que o corpo queima mais calorias. Será verdade? 

A resposta simples é sim, desmistifica logo Corinne Chicheportiche-Ayache, nutricionista, em entrevista ao site da revita Madame Fígaro. Isto porque gastamos as calorias - ou energia - que ingerimos através da alimentação em três áreas: em caso de qualquer tipo de exercício, ou seja, quando estamos em movimento; com o funcionamento básico do organismo, como a respiração e a digestão; e com a termogénese, descrita como a energia em forma de calor associada aos processos de metabolismo após consumo de um alimento. 

A nutricionista explica que "o corpo queima calorias para regular a temperatura face ao frio", embora não seja em quantidades significativas se o objetivo for perder peso. Isto acontece de duas formas: ora porque começamos a tremer e os músculos contraem involuntariamente para gerar calor, ora porque ativamos o que os cientistas chamam de gordura castanha, cuja principal função é produzir calor através do metabolismo. 


Saiba mais
Wellness, Educação, Mito, Calorias, Frio, Inverno
Leia também

Enxaquecas. O que comemos pode desencadeá-las?

Que alimentos podem potenciar a dor de cabeça ao nível de enxaqueca? E quais os que podem ajudar na prevenção? A desidratação é um gatilho? Este e outros mitos explicados pela nutricionista Isabel Pedroso Silva.

7 mitos sobre a alimentação saudável para esquecer já

O mundo das dietas alimentares é vasto e muitos são os mitos que nele "habitam", por vezes levando os seus seguidores a experimentar rotinas perigosas para a saúde ou, no mínimo, ineficazes. Conversámos com duas nutricionistas para decifrar algumas das crenças mais comuns.

As Mais Lidas