Celebridades

Gesto embaraçoso de Camila gera críticas

Sem jeito para crianças ou racista? A discussão começou no Twitter, onde vários internautas partilharam as suas fervorosas opiniões.

Foto: Getty Images
28 de novembro de 2022 Bianca Gregório / com Rosário Castro.

Não é a primeira vez que a família real britânica é acusada de racismo, seja nos jornais ou nas redes sociais. Desta vez, as atenções viram-se para a rainha consorte Camila que, no passado dia 24 visitou um infantário da instituição de caridade Barnado's. A visita consistiu na entrega de 1000 peluches do urso Paddington, em homenagem à falecida Isabel II.

Segundo vários internautas na rede social Twitter, o comportamento que a mulher do rei Carlos III teve para com uma das crianças foi de cariz racista. "Camila com dificuldade em tocar numa criança negra (e as crianças parecem estar claramente desconfortáveis à volta dela). A verdadeira cara da monarquia britânica: jogadas publicitárias e oportunidades fotográficas", escreveu um utilizador.

Comentários deste tipo estão a ser feitos através da hashtag #RacistRoyalFamily (Família Real Racista).

O vídeo mostra a rainha consorte a pegar na manga de uma menina para ver a pulseira que está a usar, em vez de segurar no pulso ou mão. Apesar deste gesto estar a ser caracterizado como racista, alguns membros reais afirmaram que esta foi apenas uma demonstração de como Camila não tem muito jeito para crianças, "talvez devessem ter dado os peluches a crianças mais velhas, que perceberiam melhor o que se está a passar e teriam interagido melhor com ela", avança a Madame Figaro.

Além disso, os defensores da situação acrescentam que as crianças presentes foram vítimas de abusos pelos pais, o que as pode tornar mais sensíveis e desconfiadas com adultos que não conhecem.

A ativista Shola Mos-Shogbamimu não concorda, e partilhou a sua opinião no Twitter: "O que é que ela pensava que estava a fazer a esta criança negra?".

Racismo ou não, a Firma parece não conseguir livrar-se destas acusações.

Saiba mais
Celebridades, Diversão, Família real, Família real britânica, Racismo, Camila, Rainha consorte Camila, rei Carlos III, Isabel II
Leia também
As Mais Lidas