Celebridades

Quanto vai custar a Isabel II o acordo milionário que ilibou o príncipe André?

Em causa estão cerca de 14 milhões de euros que André, duque de York, terá de compensar a Virginia Giuffre, que o acusou de abuso sexual.

Isabel II e príncipe André no Royal Ascot 2017, Inglaterra
Isabel II e príncipe André no Royal Ascot 2017, Inglaterra Foto: Getty Images
16 de fevereiro de 2022 Ana Filipa Damião

Graças ao acordo entre o príncipe André e a alegada vítima Virginia Giuffre, realizado ontem, dia 15, o filho de Isabel II já não terá de ir a julgamento pelas acusações de abuso sexual. Quanto ao montante que André terá de pagar a Giuffre, que não deveria ser conhecimento público, pensa-se que ronde os 14 milhões de euros e que será a própria rainha de Inglaterra a ajudar o filho a pagar a compensação, avançou o jornal The Telegraph. Contudo, Giuffre não receberá o dinheiro todo, pois o duque de York concordou em "fazer uma doação substancial" à associação desta, que defende os direitos das vítimas de abuso.  

Segundo a mesma publicação, parte dos 14 milhões de euros virão do rendimento do Ducado de Lancaster, uma série de propriedades criadas no século XIV cujo objetivo era cobrir as despesas do monarca britânico da altura. Atualmente, está avaliado em 23 milhões de euros, embora a revista Hola! afirme que os rendimentos deste rondem os 26 milhões de euros anuais.

O acordo, realizado semanas antes do depoimento de março de André, "vale o seu peso em ouro para a rainha, numa altura em que ela está a celebrar o seu Jubileu de Platina", avançou o jornal britânico The Times, referindo-se à celebração dos 70 anos de reinado de Isabel II. Além disso, Giuffre não poderá repetir as acusações de violência sexual contra André até os eventos do Jubileu terem terminado, afirmou o jornal com base em fontes anónimas. Recordamos que o duque de York está afastado das suas funções oficiais e da vida pública desde 2020 e que renunciou recentemente aos seus títulos militares e reais. 


Saiba mais
celebridades, atualidade, princípe André, Isabel II, Virginia Giuffre, família real, violência sexual, Caso Epstein
Leia também
As Mais Lidas