Junte-se ao nosso canal de WhatsApp e aceda diretamente aos temas Máxima do momento. Seguir
Atual

Que acontecimentos de "The Crown" foram reais?

Os eventos que levaram à morte da princesa Diana são uma teia de intrigas com detalhes que possivelmente nunca serão conhecidos. Ainda assim, o enredo da série tem tanto de ficção quanto de verdade. Só é preciso saber distinguir uma coisa da outra.

Foto: @The Crown/IMDB
28 de novembro de 2023 Joana Rodrigues Stumpo

The Crown é assumidamente ficção - no máximo podemos chamar-lhe uma série baseada em acontecimentos verídicos. Ainda assim, observar as personagens da série convence-nos com muita facilidade que se tratam das próprias pessoas que interpretam. Assistir Claire Foy dar lugar a Olivia Colman e, agora, a Imelda Staunton, foi como ver a rainha Isabel envelhecer perante os nossos olhos.

E a sensação estranhamente familiar ganha proporções à medida que se aproxima do tempo presente. Os anos 90 não foram assim há tanto tempo e é certo que muitos espectadores viveram fervorosamente os eventos que nos conta a sexta temporada de The Crown.

Dodi Al-Fayed pediu Diana em casamento?

É a grande questão que ficou em aberto após a morte de Diana: estaria mesmo noiva de Dodi Al-Fayed? Embora o pai do produtor egípcio, Mohamed Al-Fayed, garanta que o casal estava prestes a anunciar o noivado na altura do acidente fatal, as investigações mostram o contrário: Dodi comprou, de facto, o anel Dis-moi Oui ("diz-me sim") no dia antes do acidente numa loja em Monte Carlo. Mas a joia foi encontrada no apartamento do produtor, onde Diana ainda não tinha estado desde o momento da sua compra. Aliás, um relatório de 2007 feito pela Polícia de Londres concluiu que a Princesa não tinha intenções de casar com Dodi.

O motorista estava embriagado no acidente que matou Diana e Dodi?

Era Henri Paul quem conduzia o carro que embateu no túnel da Ponte de l’Alma, em Paris, resultando na morte de Diana, Dodi e do próprio motorista. Em The Crown, vemos o francês num bar com copos vazios, indicando que poderia estar embriagado. Paul tinha, de facto, uma taxa de álcool no sangue mais de três vezes superior ao limite francês: 1,75 g/l. Além disso, foram encontrados vestígios de antidepressivos e antipsicóticos no sistema do condutor, o que pode ter acentuado o estado de embriaguez.

Elizabeth Debicki a retratar a Princesa Diana
Elizabeth Debicki a retratar a Princesa Diana Foto: @The Crown/IMDB

A namorada de Dodi ficou noutro barco durante as férias de família?

Antes do romance com a princesa Diana, Dodi Al-Fayed esteve noivo da modelo Kelly Fisher. A relação começou em julho de 1996 e durou cerca de um ano. No verão de 1997, já no fim do noivado, Fisher juntou-se aos Fayed numas férias no iate de família, onde Diana também estava. Mas, em vez de ficar alojada no barco, a modelo ficou numa embarcação secundária, enquanto Dodi e a princesa passavam tempo juntos. Os eventos, assim contados na série, são verídicos, como aponta a transcrição de uma chamada telefónica entre Fisher e o noivo, descoberta numa investigação à morte de Diana.

Carlos contratou um fotógrafo para competir com Diana nos media?

Resumidamente, não. Na série, o na altura príncipe contrata o fotógrafo Duncan Muir para captar imagens do herdeiro ao trono com os seus dois filhos - ao estilo da famosa imagem da autoria de Tim Graham. A personagem Duncan Muir não só não é real, como Carlos não contratou ninguém para disputar com Diana a cobertura dos media. Na realidade, a fotografia tirada por Tim Graham aconteceu numa sessão fotográfica onde estiveram outros meios de comunicação.

The Crown
The Crown Foto: @The Crown/IMDB

Mohammed Al Fayed encomendou fotografias aos paparazzi?

É Mario Brenna quem consegue descobrir a localização do barco de Mohamed Al-Fayed e capta as imagens que revelaram ao mundo a relação entre Dodi e Diana. Na série, Brenna (que, ao contrário de Duncan Muir, é real) é contactado pelo pai do produtor, que revela o local do iate, para que as imagens do casal chegassem aos media. Na realidade, o próprio fotógrafo já desmentiu que pudesse ter sido contratado por Al-Fayed. Brenna diz que encontrou o barco por acaso, quando estava de férias na Sardenha.

A rainha fez um discurso após a morte de Diana?

Após a morte de princesa Diana, a 31 de agosto de 1997, a rainha foi alvo de críticas por parte da população inglesa, pela falta de reação à perda. Na altura do acidente, Isabel estava em Balmoral, na Escócia, onde ficou durante os cinco dias seguintes. Segundo dita o protocolo, depois do divórcio, Diana já não fazia parte da família real, pelo que a rainha não tinha de regressar a Londres ou emitir um comunicado à população. Ainda assim, face à pressão da opinião pública, Isabel voltou à capital e, no dia 5 de setembro, falou ao público. O discurso que Imelda Staunton faz em The Crown corresponde precisamente a alguns excertos das palavras da Rainha Isabel, emitidas em direto à nação.

Saiba mais
Mundo, The Crown, Série, Netflix, Princesa Diana, Família Real
Leia também

Horóscopo de dezembro. Touro, Virgem, Capricornio

Dezembro traz desafios financeiros para Touro, introspeção vital para Virgem e conversas profissionais marcantes para Capricórnio. O Elemento Terra enfrenta um mês de reflexões e mudanças astrais.

Horóscopo de dezembro. Gémeos, Balança e Aquário

Dezembro traz energia abundante para Gémeos, com destaque para desafios profissionais, enquanto Aquário colhe os frutos do compromisso. Os signos de Ar enfrentam mudanças significativas nas relações e finanças neste final de ano.

As Mais Lidas