Prazeres

O restaurante em frente ao Tejo onde as celebridades internacionais adoram jantar

Em tempos de pandemia, o SUD Lisboa inclui-se na lista de sítios que nos recebe com hospitalidade, segurança e conforto. Do terraço vemos o Tejo, no interior brilham os sabores insuperáveis do chef Patrick Lefeuvre.

20 de novembro de 2020 | Rita Silva Avelar

Se são as imponentes arcadas de tijoleira cor de laranja do SUD Lisboa, o impacto do majestoso interior do SUD Terrazza tanto ao nível da decoração como da iluminação, ou a ideia de que Alicia Vikander e Michael Fassbender poderão estar a jantar no seu interior - o que acontece com frequência - não sabemos. Mas o SUD Lisboa, aberto desde o verão de 2017, inclui-se nos restaurantes que nos conquistam logo à entrada. A sedução que o chef executivo Patrick Lefeuvre propõe na carta gastronómica e vista única sobre o rio Tejo fazem o resto. 

A fachada do SUD Terrazza.
A fachada do SUD Terrazza.

Este chef sugere-nos uma viagem pelos sabores ítalomediterrânicos seguindo o conceito de food sharing, onde a imprevisibilidade de paladares é a maior aposta. Nas entradas do menu, que foi renovado há pouco tempo e está em constante mutação conforme a sazonalidade e o feedback dos clientes, sobressaem a "friturina do mar" (fritura de legumes, peixe galo, camarão black tiger, bacalhau, polvo e molhos de alioli com açafrão e pimentos fumados, €25), a burrata com tomate marinado e pesto de manjericão (€17) e o tártaro de atum (€19). 

O famoso tártaro de atum (€19) do SUD Lisboa.
O famoso tártaro de atum (€19) do SUD Lisboa.
Leia também

Nos pratos principais, além de existirem várias sugestões de massas, pizzas e risotos, há sabores de mar e de terra nos quais a fusão mediterrânica acontece com naturalidade. No peixe, por exemplo, há filete de robalo curado com gnocchi de limão e barrigoule de legumes (€32) ou bacalhau à siciliana (€28). Na carne, destaque para a perna de cabrito confitada em baixa temperatura com alecrim, broccolini e cremoso de batata trufada (€42) ou, por exemplo, contrafilé de vitela (com pancheta, amêijoas, broccolini e gnocchi de limão, €29). Nas sobremesas, o chef vai buscar os clássicos reinventado-os em propostas desconstruídas que já são parte da assinatura do SUD Lisboa. Tais como o Sud Cioccolato, uma mousse de chocolate negro com crocante de praliné, gel de framboesa, crumble de cacau, tulie de sésamo e sorbet de framboesa (€13), ou o Lingote de chocolate, um sponge cake de coco e rum com creme diplomate e mascarpone, toffee de caramelo, cremoso de coco e chocolate branco e gelado de côco (€12). 

Perna de cabrito confitada e brocolini, cremoso de batata trufada.
Perna de cabrito confitada e brocolini, cremoso de batata trufada.
Um dos cocktails de assinatura do SUD Lounge.
Um dos cocktails de assinatura do SUD Lounge.
O interior do SUD Terrazza durante o dia.
O interior do SUD Terrazza durante o dia.

Antes ou depois do jantar, recomenda-se uma visita ao piso superior, o SUD Pool Lounge, à zona junto à piscina - que embora seja só contemplativa no inverno tem os seus encantos para a clássica fotografia panorâmica. Por aqui, nada como provar a carta de cocktails: há vários de autor com combinações improváveis como é o caso do Passiflora, que junta aguardente Pisco 1615 com puré de maracujá, sumo de lima e xarope de baunilha. Ao fundo, o rio Tejo e a Ponte 25 de abril completam o postal de inverno do SUD Lisboa, que nesta estação se mantém como um dos lugares mais aconchegantes da cidade.

Onde? Pavilhão Poente (ao lado do MAAT) Av. Brasília, Lisboa Reservas 21 159 2700
Leia também
Saiba mais Sud, Restaurante, Glamour, Gastronomia, Restauração, Portugal, Restaurantes lisboetas, Patrick Lefeuvre, SUD Lisboa, Alicia Vikander, Michael Fassbender, Tejo
Relacionadas
Mais Lidas