Prazeres

Da província para a cidade. Este restaurante evoca o campo, da decoração aos sabores

É a mais recente novidade do grupo Non Basta: chama-se Provincia e aposta na fusão da cozinha campestre italiana com sabores vincadamente portugueses.

17 de dezembro de 2020 | Rita Silva Avelar

É no canto de uma das avenidas mais centrais da cidade, a da Républica, que encontramos este aconchegante restaurante, que oscila entre o estilo rústico e o contemporâneo. Trata-se do Provincia, a mais recente novidade do grupo Non Basta - que já detém o Memoria, e os Pasta Non Basta Avenidas e Alvalade - e também ele assenta na tradição da cozinha italiana numa fusão de sabores com a portugalidade. Só que aqui, os livros de receitas não são seguidos à risca e há espaço para maior criatividade. 

No Provincia, encontramos, portanto, pratos com elementos nacionais, como é disso exemplo o atum e a lula dos Açores, as ostras de Setúbal ou o porco preto de Estremoz. À semelhança do Memoria, os legumes vêm da horta biológica do grupo e as massas são confecionadas no restaurante. Nas entradas, há iguarias provenientes de Itália que ficam sempre bem: como os enchidos e os queijos italianos, ou as tradicionais foccacias e burratas.

Lula dos Açores, tomate marinado e agliata de pistácio.
Lula dos Açores, tomate marinado e agliata de pistácio.

Ainda nas entradas, destaque para sugestões tão originais como barriga de atum, bottarga e gremolata (€18), a tal lula dos Açores, tomate marinado e agliata de pistacho (€16) ou bivalves abertos na grelha com alho e malagueta (€14).

Leia também

Nos pratos principais começam os verdadeiros desafios no que toca à junção improvável de ingredientes. Da cozinha fumegante do Provincia saem pratos como a carbonara de barriga de atum e bottarga (€20), o imprevisível ravioli verde, aipo, mascarpone e cogumelos (€14), ou ainda o delicioso gnocchi e rabo de boi assado no forno a lenha (€16). Já mencionamos que existe uma secção especial na ementa dedicada à grelha?

Tagliolini, trufa, ovo e gema confitada
Tagliolini, trufa, ovo e gema confitada
 Gnocchi e rabo de boi.
Gnocchi e rabo de boi.

É que além do forno a lenha, de onde saem pizzas como a Provincia (com molho de tomate com Nduja, mozarela fiordilatte, salame picante, cebola assada e manjericão, €14), na grelha são feitos os vegetais provenientes da horta e pratos como borrego, polenta, tomate seco e azeitona taggiasca (€16).

Verduras na grelha, coração de burrata e molho romesco
Verduras na grelha, coração de burrata e molho romesco
Leia também

É provável que se escolha uma das sobremesas depois da a ver chegar à mesa do lado. Entre as possibilidades, está o profiterole com creme de praliné de avelã, gelado de baunilha e chocolate quente (€6), o bolo de chocolate, caramelo salgado e mascarpone batido com baunilha (€7), a tarte de noz com caramelo de mel (€6) ou o tradicional tiramisù (€6). 

Profiterole com creme de praliné de avelã, gelado de baunilha e chocolate quente.
Profiterole com creme de praliné de avelã, gelado de baunilha e chocolate quente.

Além da comida, a carta de bebidas é uma das apostas fortes do Provincia, e conta com mais de 40 referências de tintos, brancos, rosés e espumantes, maioritariamente portuguesas e italianas (mas também da Áustria ou França) e incluindo opções biológicas e não filtradas.

Entre os cocktails, não faltam os clássicos, mas todos os meses será desenvolvido um novo cocktail tendo como base um sabor diferente e sazonal (em novembro foi a romã). O final da refeição convida quase sempre à prova de um licor tipicamente italiano.

Leia também

Complementados por uma elegante luz baixa, os interiores ficaram a cargo do Clube Recreativo e da arquiteta Inês Moura, igualmente responsável pelo desenho de interiores do Memoria. 

Provincia
Provincia

Imperam os materiais tipicamente portugueses, como a pedra e a madeira, e as prateleiras com antiguidades, terrinas, garrafas de cristal ou livros antigos fazem-nos viajar até locais remotos, quase como se estivéssemos dentro de uma tosca sala de jantar de uma nonna italiana. A utilização de azulejos desenhados à mão ou a escolha do azul e do branco em homenagem às casas caiadas da província são deliciosos detalhes que fazem desta uma experiência gastronómica inesquecível. 

Onde? Avenida da República 48B, Lisboa. Quando? O horário atual é de segunda a sexta-feira, das 12h às 15h e das 18h às 22h30 (*sujeito a alterações constantes). Reservas 21 099 9604

Saiba mais Província, Non Basta, Memoria, Alvalade, Pasta Non Basta Avenidas, Gastronomia, Comida, Portugal, Itália, Restaurante, Restaurante italiano
Mais Lidas