Atual

Não, a árvore de Natal não é uma solução ecológica (salvo raras excepções)

É um dos rituais de Natal preferidos das famílias portuguesas. Mas sabia que as árvores de natal - sejam verdadeiras ou de plástico - são inimigas do meio ambiente? Explicamos porquê.

Foto: Element5 Digital / Pexels
30 de novembro de 2020 | Rita Silva Avelar
É um ritual de família, simboliza a chegada da quadra natalícia, e para muitas famílias é um programa familiar divertido que não pode faltar no início de dezembro. Falamos, claro, da montagem da árvore de Natal. E se há uns que optam por uma alternativa em plástico para que dure anos e anos, há outros que preferem um pinheiro natural porque plástico não é opção. Mas será tudo assim tão linear? Qual destas é, afinal, a melhor opção? Segundo o The Carbon Trust, uma árvore de Natal verdadeira (pinheiro natural) tem uma pegada de carbono "significativamente mais baixa" do que uma árvore artificial. Mas tudo depende do desfecho que lhe damos, no fim da época festiva.

Segundo um artigo do The Independent, esta organização vai mais longe e revela que uma árvore de Natal natural de dois metros que não tem raízes e é depositada num aterro após a quadra produz uma pegada de carbono de cerca de 16kg de CO2. No caso de uma árvore de dois metros que tenha raízes e que seja devidamente eliminada após a sua utilização (queimando-a numa fogueira ou plantando-a, por exemplo) a pegada de carbono será de cerca de 3,5 kg de CO2

Por outro lado, e de acordo com esta organização, uma árvore de Natal de dois metros feita de plástico tem uma pegada de carbono de cerca de 40kg de CO2, mais de 10 vezes maior do que uma árvore propriamente descartada. Feitas as contas, se tiver uma árvore artificial, terá de a utilizar durante pelo menos 10 anos para que o seu impacto ambiental seja igual ao de uma árvore natural à qual se dá um fim consciente.

Uma outra das razões que aumenta a pegada ambiental das árvores de Natal é todo o processo de transporte das mesmas, sejam naturais ou não. Mas há excepções. Por exemplo, os pinheiros de aluguer do Pinheiro Bombeiro - neste caso, provindos de desbaste - são cortados de forma a manter o terreno limpo e a prevenir incêndios. Os pinheiros usados por esta organização que apoia os Bombeiros Voluntários são resultado da limpeza de um terreno da zona de Coruche. O pinheiro pode depois ser devolvido num dos pontos de venda, transformado por nós em biomassa, ou ainda encaminhado para os Resíduos Verdes.

Leia também
Também há outras alternativas originais à tradicional árvore de Natal. Basta por a imaginação a funcionar - ou procurar em plataformas inspiradoras como o Pinterest - para encontrar alternativas decorativas tão ou mais festivas.
Leia também
Saiba mais The Carbon Trust, CO2, Árvore de Natal, Pinheiro, Sustentabilidade, Natal, Festas de Natal, Árvore artificial, Árvore verdadeira, Pinheiro Bombeiro
Mais Lidas