Moda / Tendências

Do nu ao gráfico: a reinvenção do naked dress

De Marilyn Monroe em 1962 a Vivienne Westwood em 1977 e Cher em 1986, o que têm os naked dresses em comum? É a reivindicação do corpo feminino, sem vergonhas nem censuras, agora repensada por uma nova geração de designers.

Coleção Menswear outono/inverno 2022/23, Y/Project
Coleção Menswear outono/inverno 2022/23, Y/Project Foto: Getty Images
30 de junho de 2022 Ana Filipa Damião e Ana Francisca Oliveira

Sedutor, ousado e divertido – assim é o icónico naked dress, uma peça que nunca sai verdadeiramente de Moda. De vestidos em tecido cor de pele a conjuntos semitransparentes, o vestido "nu" continua a servir de inspiração aos principais designers.

Kim Kardashian - críticas à parte - deslumbrou na MET Gala deste ano com aquela que é uma das peças mais conhecidas da marca Jean Louis, desenhada por Bob Mackie, e que Marilyn Monroe usou para desejar os parabéns ao presidente John F. Kennedy, em 1962.

Kim Kardashian na MET Gala (2022)
Kim Kardashian na MET Gala (2022) Foto: @kimkardashian

Na década de 70, Mackie vestia a inesquecível Cher na MET Gala de 1974, e na cerimónia dos Óscares de 1986 os vestidos foram tão controversos como icónicos.

Cher e Bob Mackie na Met Gala de 1974
Cher e Bob Mackie na Met Gala de 1974 Foto: Getty Images

Mas se a função do "vestido nu" é chocar e provocar, a ideia do seu descendente, se assim se pode chamar, é exatamente o oposto - esconder. De forma irónica e provocadora, mostra sem mostrar aquilo que não pode ser visto sem censura, lutando contra os preconceitos em relação ao corpo feminino.

Foi, aliás, nessa senda que Vivienne Westwood, a mulher que trouxe o punk para as passerelles, apresentou em 1977 t-shirts com seios estampados, usadas depois pelo baterista dos Sex Pistols, Paul Cook - música e Moda unidas em torno dos mesmos valores. Em 2022, vimos Kylie Jenner a envergar orgulhosamente um bikini desenhado por Lotta Volkova para a Jean Paul Gaultier com a descrição Free the Nipple ("libertem o mamilo"), referência ao movimento que nasceu em 2012 com o documentário de Laura Esco, do mesmo nome.

'Tits' por Vivienne Westwood e Malcom McLaren (1977)
'Tits' por Vivienne Westwood e Malcom McLaren (1977) Foto: Takashi Hatakeyama / The Kyoto Costume Institute
Kylie Jenner com bikini 'naked' da coleção da estilista Lotta Volkova para Jean Paul Gaultier
Kylie Jenner com bikini 'naked' da coleção da estilista Lotta Volkova para Jean Paul Gaultier Foto: @kyliejenner

A campanha lutava pela igualdade de género e opunha-se à objetificação sexual do corpo feminino. Lutava pela oportunidade das mulheres poderem estar em topless na rua, tal como os homens, sem sofrerem repercussões. Hoje, a expressão é ainda utilizada como "grito de guerra" contra o duplo padrão que redes sociais como o Instagram exercem sobre o corpo humano, onde os mamilos masculinos não sofrem quaisquer censura, ao contrário dos femininos.

Com rebeldia e determinação, o novo naked dress aposta em estampados híper-realistas do corpo feminino, eliminando o limite entre pele e peça, um trompe de l’oeil, que, em francês, significa "enganar o olho". Recorrendo a truques de perspetiva e a ilusão ótica, um desenho bidimensional aparenta ser de três dimensões.

Zendaya em Balmain (2021) / Balmain Outono/Inverno 22/23
Zendaya em Balmain (2021) / Balmain Outono/Inverno 22/23 Foto: Getty Images / @balmain
Jean Paul Gaultier para Y/PROJECT (2022) / Megan Fox em Mugler (2022)
Jean Paul Gaultier para Y/PROJECT (2022) / Megan Fox em Mugler (2022) Foto: @yproject_official / @muglerofficial

Tradicionalmente utilizada em arte e arquitetura, a técnica saltou para as passerelles com Elsa Schiaparelli, quando a criadora desenhou uma t-shirt preta com uma gravata branca estampada, em 1930. A tendência reinventou-se no trabalho de marcas a já mencionada Vivienne Westwood, Hermès e mais recentemente por Olivier Rousteing para a Balmain, Pierre-Louis Auvray da Forbidden Knowledge ou pela designer portuguesa Constança Entrudo.

 Vestido Trompe L´Oeil Jacquard Dress de Constança Entrudo (2021) / Vestidos Forbidden Knowledge (2021)
Vestido Trompe L´Oeil Jacquard Dress de Constança Entrudo (2021) / Vestidos Forbidden Knowledge (2021) Foto: @constanca_entrudo / @forbiddenkn0wledge
Saiba mais
Moda, Tendências, Marilyn Monroe, Kim Kardashian, Cher, Naked Dress
Leia também

O mistério do naked dress

Chamam-lhe naked dress, ou vestido transparente, e é impossível não o associarmos às irreverentes escolhas de várias celebridades. Afinal, qual é o efeito deste look?

As Mais Lidas