Celebridades

O método pouco convencional que Sophie Turner usou para superar um distúrbio alimentar

Em entrevista, a atriz de 'A Guerra dos Tronos' revelou mais detalhes de como recuperou da anorexia que sofreu enquanto filmava a série de sucesso.

Sophie Turner na Vanity Fair Oscar Party 2022 no Wallis Annenberg Center, Beverly Hills, março de 2022
Sophie Turner na Vanity Fair Oscar Party 2022 no Wallis Annenberg Center, Beverly Hills, março de 2022 Foto: Getty Images
10 de maio de 2022 Ana Filipa Damião

Sophie Turner não é a primeira atriz a lidar com graves problemas de saúde mental (e física), e, felizmente, também não é a primeira a falar abertamente sobre eles. Numa entrevista recente à revista Elle inglesa, a mulher de Joe Jonas partilhou mais informação sobre a sua luta contra um distúrbio alimentar, que se terá desenvolvido enquanto filmava a série A Guerra dos Tronos. A jovem de 26 anos contou que, enquanto protagonizava Sansa, há cerca de uma década, as pessoas comentavam frequentemente o seu peso, afirmando que estava com excesso de peso, que precisava de perder peso, e como não era boa atriz. "Eu acreditava nisso. Dizia para mim: ‘Sim, tenho defeitos. Sou gorda. Sou uma péssima atriz.’ Fazia o departamento de figurinos apertar muito o meu espartilho. Fiquei muito auto-consciente."

Para ultrapassar os seus demónios, Turner recorreu a uma forma de terapia pouco usual. Contratou uma "companheira", uma terapeuta residente que se certificava de que ela não praticava hábitos alimentares pouco saudáveis. Inclusive, foi esta companhia que a fez ganhar noção de que Turner não era o "centro do universo". "Uma noite, estava a repetir na minha mente um comentário que tinha visto no Instagram. Afirmava ‘sou tão gorda, tão indesejável’, e a terapeuta disse-me 'sabes, ninguém se importa. Eu sei que pensas assim, mas mais ninguém pensa assim. Tu não és assim tão importante…’ Foi a melhor coisa que me poderiam ter dito."

Pelo menos nos Estados Unidos, esta forma de terapia, não é muito comum, principalmente devido ao custo elevado. De acordo com a Pasadena Villa Psychiatric Treatment Network, uma clínica nos EUA, o valor encontra-se entre os 10 e os 60 mil dólares por mês. Porém, em situações muito graves, este tipo de serviço, ou outros como hospitalização e reabilitação, são necessários para a saúde do doente.   

A artista está atualmente à espera do segundo filho, cerca de três anos depois do seu casamento com Joe Jonas. "Por vezes acho que não me amo de todo, mas agora estou com alguém que me faz perceber que tenho algumas qualidades, suponho", disse à edição inglesa da Elle. "E quando alguém nos diz que nos ama todos os dias, faz-nos realmente pensar no motivo, e penso que isso faz com que gostemos um pouco mais de nós próprios."

Saiba mais
Celebridades, Atualidade, Sophie Turner, Saúde mental, Anorexia, A Guerra dos Tronos
Leia também

A batalha para vencer a fome emocional

Ter uma relação complexa com a comida não é saudável, nem prazeroso, nem incomum. Aprenda a distinguir a fome física da emocional e comece a comer com prazer e sem culpa.

As Mais Lidas