Celebridades

Kate Winslet disse não ao realizador que a quis 'photoshopar'

A atriz falou abertamente sobre o desconforto que sentiu quando o realizador da série Mare of Easttown lhe disse que ia photoshopar a sua barriga numa cena de sexo. Não é a primeira vez que Kate toma uma posição contra a indústria e as suas expetativas sexistas sobre as mulheres.

Foto: Getty Images
01 de junho de 2021 | Rita Silva Avelar
Kate Winslet revelou numa entrevista ao The New York Times que rejeitou a possibilidade de se usar Photoshop no seu corpo durante uma cena de sexo na série Mare of Easttown, da HBO. A atriz interpreta a detetive Marianne 'Mare' Sheehan, enquanto esta investiga um assassinato na sua pequena cidade natal na Pensilvânia.

Numa das cenas de sexo com o ator Guy Pearce, o realizador Craig Zobel assegurou que iria usar Photoshop, posteriormente, na barriga da atriz. "Não se atreva!" foi a resposta de Kate. A atriz de filmes como Titanic, O Leitor, ou Revolutionary Road também partilhou que rejeitou duas vezes os cartazes promocionais da série porque estavam demasiado retocados.

Nesta entrevista a atriz afirma: "Espero que ao interpretar Mare como uma mulher de meia-idade - eu faço 46 anos em outubro - as pessoas se liguem a esta personagem tal como a idealizaram, porque claramente não há filtros. Ela é uma mulher em pleno, com um corpo e um rosto que se move de uma forma que é reflexo da sua idade, da sua vida, e de onde ela vem. Acho que estamos um pouco sedentos de ver mais disso." Na primeira temporada, a atriz surge com look descontraídos, às vezes um pouco desleixados, mas sempre realistas, lembrando até os dias recentes de confinamento.

Referindo-se às pressões acerca das imagens cheias de filtros das redes sociais, a atriz vencedora de um Óscar acrescentou: "Interessam-me os rostos que são bonitos. Rostos que mudam, que se movem, são rostos bonitos, mas deixámos de aprender a amar esses rostos porque continuamos agora a cobri-los com filtros por causa das redes sociais e qualquer pessoa pode fazer photoshop, e fazer "airbrush" a si própria, e assim o fazem."

Leia também
Em 2015, a atriz assegurou que o seu contrato com a L'Oréal declarava que as fotografias não podiam ser retocadas. Tal como foi com a Lancôme: Kate lutou por uma cláusula que exigia que as suas imagens fossem "livres de qualquer edição adicional".
Leia também
Saiba mais Kate Winslet, Photoshop, Mare Easttown, Sheehan, The New York Times, Marianne, Pensilvânia, artes, cultura e entretenimento
Mais Lidas