Beleza / Tendências

Se Sintra fosse um perfume, cheiraria a quê? A resposta chega num frasco

A marca francesa de perfumes Memo Paris escolheu Sintra para ser um dos destinos a inspirar uma das suas novas fragrâncias. A fundadora Clara Molloy fala à Máxima sobre os encantos desta “cidade mística”, que é um dos seus destinos de eleição.

A carregar o vídeo ...
06 de janeiro de 2021 | Rita Silva Avelar

"Costumamos dizer que para delinear o espírito do Memo inspiramo-nos no mote de que a viagem é o destino. O que significa que todo o caminho que leva ao ponto de chegada é importante, fonte de surpresas, novidade, desvios inesperados" começa por contar, de forma entusiasta Clara Molloy, que juntamente com o marido John fundou a Memo Paris em 2007.

A marca de perfumes parisiense, que se insere num segmento de luxo, distingue-se por encarar cada fragrância como uma viagem, criando a sua identidade com base em destinos que a fundadora acredita serem mágicos e matérias-primas requintadas. "Quando sonhei pela primeira vez em criar uma marca de perfumes, quis estar o mais próximo possível da capacidade mágica dos aromas para viajar no tempo; para recordar um momento, um lugar, uma pessoa" conta, acrescentando que "escolher destinos como foco principal era uma forma de passar de uma área pública para uma área pessoal, pois todos nós temos lembranças de lugares queridos. Partilhar algo que temos em comum - o mundo - e apropriarmo-nos dele de forma única. Neste momento, ainda estou surpreendida e comovida com a estrada percorrida, e com a forma como a marca se desenvolve. Vai além das minhas expectativas, como se o sonho se tivesse tornado realidade." 

Clara Molloy e John, os fundadores da Memo Paris.
Clara Molloy e John, os fundadores da Memo Paris. Foto: Memo Paris

E tornou-se. A Memo Paris ocupa uma morada física no número 24 da famosa Rue Cambon, em Paris, mas está virtualemente presente em 30 países. A Memo Paris divide os seus perfumes em quatro coleções, idealizados em conjunto com as quatro perfumistas da casa: Aliénor Massenet, Sophie Labbé, Karine Vinchon Spehner e Daniela Andrier. A "Les Échappées" é uma coleção de seis pontos de atração que nos levam da chique e boémia Paris ao coração da Birmânia, da qual faz parte, por exemplo, o perfume Lalibela, um destino na Etiópia. Já a "Cuirs Nomades" explora as notas de couro em sete destinos emblemáticos, de África a Itália. Por sua vez, a "Graines Vagabondes" dedica-se às sementes naturais, como o sésamo, acontecimento raro no universo da perfumaria, onde se inclui o perfume Ilha do Mel, inspirado no destino brasileiro. "Art Land" presta homenagem a territórios misteriosos como é o caso de Marfa, uma zona árida no Texas que dá nome a outro perfume.

Leia também
Perfume Ilha do Mel, um destino no Brasil.
Perfume Ilha do Mel, um destino no Brasil.

Sobre o processo criativo, Clara Molloy revela que vai atrás do lado olfativo de um destino de forma incessante. "Um destino formula-se na minha cabeça, dá-me vontade de o descobrir graças a guias e fotografias antigas, e que não param de me "perseguir" até eu decidir dedicar-lhes uma fragrância! A inspiração pode vir de um livro, um filme, um mito, uma conversa com um amigo, um devaneio, uma recordação... tudo o que desperta a minha curiosidade é susceptível de se tornar um novo destino Memo. Tem tudo a ver com o desejo de descobrir e de me deixar surpreender. Por outras palavras, não sigo as recomendações das agências de viagens que dizem os próximos lugares da moda para visitar! (risos).

O perfume Lalibela, um destino na Etiópia.
O perfume Lalibela, um destino na Etiópia.

A mais recente novidade da Memo Paris é um perfume inspirado em Sintra, cidade que seduziu Clara e John. "Fiquei instantaneamente encantada com a visão do seu palácio em tons pastel, a exuberância do seu jardim botânico, e a presença do mar que está tão próximo. Faz-me lembrar um castelo com que sonhava quando era criança, belo como um doce, cheio de esconderijos e possíveis tesouros" conta. Por isso, o perfume Sintra tem "uma nota doce, e o doce do marshmallow apareceu muito rapidamente ao pensar na composição deste perfume, com um toque vivo de citrinos e almíscar." A este juntam-se aromas como o de laranja amarga, baunilha de Madagáscar ou flor de laranjeira, jasmim ou caramelo.

Leia também
O perfume Sintra.
O perfume Sintra.

Tal como todos os outros perfumes, também este tem uma estética e embalagem delicadamente pensada por um artista. "Queremos brincar com a ideia de esboços de viagem que são inspiradores e deixar fluir a imaginação. Para Sintra, o talentoso artista francês Matthieu Cossé foi convidado a trabalhar a sua visão da cidade. Tentamos encontrar um artista cujos desenhos correspondam à atmosfera que queremos para a fragrância. Ficamos sempre satisfeitos quando um destino encontra a sua própria forma artística", explica Clafz, incluindo Sintra na equação. O resultado é uma pintura colorida em aguarela, precisamente em tons pastel, com apontamentos em azul, vermelho e verde.

Além dos perfumes, a Memo Paris tem também linhas de cremes de corpo e mãos, fragrâncias para a casa e acessórios. O perfume Sintra custa €205 e está disponível no El Corte Inglés, em Lisboa, e em memoparis.com.
Leia também
Saiba mais Sintra, Perfume, Fragrâncias, Perfumaria, Olfacto, Clara Molloy, Entrevista
Mais Lidas