Beleza / Tendências

Quanto mais frio melhor. Produtos de beleza para acordar a pele

Depois do vídeo de Irina Shayk para a Vogue britânica a utilizar gelo no rosto, o poder do frio na rotina de beleza voltou a ser “o” tópico. Mas não precisa de recorrer ao gelo propriamente dito (provavelmente nem deve). Explicamos tudo.

Irina Shayk
Irina Shayk Foto: Instagram @irinashayk
12 de março de 2021 Joana Moreira

"É assim que se acorda na Rússia", diz Irina Shayk, depois de passar pelo rosto uma bola de gelo. Sim, de gelo. No vídeo da rotina matinal que partilhou com a Vogue norte-americana, a modelo garante que pratica o ritual todos os dias. Para os mais friorentos, não é o cenário mais agradável pela manhã, mas há muito que o frio tem vindo a ser usado nas rotinas de beleza um pouco por todo o mundo. A crioterapia, ou terapia do frio, parte do princípio de usar baixas temperaturas para minimizar inchaços, acalmar papos e incentivar à contração muscular. A sua utilização vai desde tratamentos em gabinete até tratamentos caseiros. "Acreditem em mim, resulta", diz Shayk no vídeo.

Numa dinâmica já clássica na internet, e que se vai repetindo com ingredientes, processos e produtos, nada como ter uma celebridade a adotar uma tendência para, de repente, o mundo lhe encontrar qualquer coisa de novo. Bastou um vídeo de Irina Shayk de robe na casa de banho a exibir a sua pele perfeita e resgatamos a máscara de gel frio que temos no frigorífico – aliás, a jornalista que escreve este artigo pode ou não estar com uma máscara no momento da redação do mesmo.
 

Quanto mais fresco melhor?

No vídeo, a modelo russa utiliza uma esfera de gelo na qual é possível acrescentar ingredientes antes de levar ao congelador, criando globos de gelo personalizados consoante o objetivo. A ferramenta é da autoria da facialista Nicole Caroline.

Stick Hidratante para o Rosto, € 21,90, Milk, na Sephora
Stick Hidratante para o Rosto, € 21,90, Milk, na Sephora
Ice Roller, € 33, Zoë Ayla, em Notino.pt
Ice Roller, € 33, Zoë Ayla, em Notino.pt

Mas, na verdade, não precisa de sucumbir ao gelo propriamente dito para conseguir os efeitos da crioterapia no rosto. Aliás, pode até ser desaconselhável para alguns tipos de pele. Para quem tem pele sensível ou sofre de rosácea, por exemplo, usar gelo diretamente na pele pode ser demasiado agressivo e até inflamar os capilares sanguíneos. Nesses casos, o recomendado por especialistas é utilizar um tecido não abrasivo entre o gelo e a pele ou, então, optar por produtos de beleza que simulem a sensação.

Máscara de gel para olhos, € 7,95, brushworks, em Lookfantastic.pt
Máscara de gel para olhos, € 7,95, brushworks, em Lookfantastic.pt
UFO 2, € 279,90, Foreo
UFO 2, € 279,90, Foreo

Hoje não faltam opções para tirar partido do frio sem recorrer ao gelo: desde rolos gelados a máscaras de gel, ou globos e bolas para deslizar pela pele. Até no universo dos gadgets, a crioterapia não está esquecida. Um dos novos dispositivos da Foreo, por exemplo, o UFO 2, inclui crioterapia. Os sticks também têm sido uma das opções mais populares graças à sua praticidade. A marca norte-americana Milk, que em Portugal está em exclusivo nas lojas Sephora, tem o Cooling Water Stick, um bastão hidratante para deslizar sobre o rosto que consegue manter-se sempre fresco. Com cafeína e água do mar, é indicado para "energizar" a pele e ajudar quando o rosto está inchado. Também a francesa Filorga tem o Optim-eyes [refresh], um stick de contorno de olhos "antifadiga instantâneo". A filosofia é semelhante, tirando partido de um gel refrescante sob a forma de bastão para descongestionar o contorno ocular. No entanto, num dia de verão é altamente provável que apeteça passá-lo por todo o rosto.

Optim-Eyes [REFRESH], € 29,90, Filorga
Optim-Eyes [REFRESH], € 29,90, Filorga
Ice Globes, € 108,99, Fraîcheur, em Faceiceglobes.com
Ice Globes, € 108,99, Fraîcheur, em Faceiceglobes.com

As máscaras de gel, seja para todo o rosto ou só para a zona ocular, também continuam a ser uma opção, quer seja pelo preço, durabilidade e praticidade. Basta mantê-las no frigorífico e garantir a limpeza após cada utilização.

Numa altura em que o tempo ainda é o de estar em casa, pode ser o momento ideal para "viajar" até às baixas temperaturas – pelo menos, na rotina de beleza.

CRYOpress, cerca de € 170, 001 London Skincare, 001skincare.com
CRYOpress, cerca de € 170, 001 London Skincare, 001skincare.com
Cryo-ball, cerca de € 148, Teresa Tarmey, em Teresatarmey.com
Cryo-ball, cerca de € 148, Teresa Tarmey, em Teresatarmey.com
Saiba mais
beleza, tendências, rotina de beleza, pele, crioterapia, rosto, frio, gelo, produtos, casa, Irina Shayk, vídeo
Leia também
As Mais Lidas