Atual

Simone Biles. Lágrimas, pressão emocional e angústia na final dos Jogos Olímpicos

Poucos instantes após a US Gymnastics ter emitido um comunicado a dizer que a ginasta se lesionou, Biles deu uma entrevista à BBC em lágrimas, a explicar que existem outros motivos de saúde mental por trás da sua decisão.

Foto: USA Gymnastics
27 de julho de 2021 | Rita Silva Avelar
Os vídeos que circulam das prestações de Simone Biles nos Jogos Olímpicos de Tóquio mostram a sua expressão carregada de tensão, o que não seria para menos, perante as várias provas que deu ao mundo ao longo da competição que abandonou hoje, devido a uma lesão, anunciou a US Gymnastics, num comunicado oficial onde se lê: "Simone Biles retirou-se da competição final da equipa devido a um problema médico. Ela será avaliada diariamente para determinar a autorização médica para futuras competições. Estamos a pensar em ti, Simone!"

Biles saiu de competição em plena final feminina por equipas, e a seleção dos Estados Unidos acabou por perder a prova para a Rússia.
Mas agora, a atleta norte-americana, tetracampeã olímpica de ginástica artística no Rio 2016, veio falar abertamente sobre a pressão emocional a que estava sujeita, contrariando estas afirmações da entidade desportiva. Segundo a  BBC, Biles revelou que a sua saída se relacionou com questões emocionais. "Tenho de me concentrar na minha saúde mental e não pôr em risco o meu bem-estar. Temos de proteger o nosso corpo e a nossa mente. É uma merda quando se luta contra a própria cabeça", disse. 

No Twitter, o investigador de psicologia desportiva Geir Jordan não deixou de notar: "Os olhos evasivos e a linguagem corporal inquieta são sinais claros de desconforto. Provavelmente a trabalhar arduamente para encontrar estabilidade e concentração", diz sobre o momento desta final em que comete um erro no exercício do salto, falhando a receção ao solo.
Simone Biles na final dos Jogos Olímpicos 2020.
Simone Biles na final dos Jogos Olímpicos 2020. Foto: Reuters

Sobre a medalha de prata, ainda assim alcançada pela sua equipa, diz que não reconhece os louros. "Estou muito orgulhosa delas, pela forma como se levantaram e fizeram o que tinham de fazer. Disse-lhes que tinham feito todo o treino e poderiam fazer a prova sem mim e tudo correria bem".

Leia também
Com um total combinado de 30 medalhas de campeonatos olímpicos e mundiais, Biles é a ginasta americana mais premiada e é considerada por muitos como uma das melhores atletas de todos os tempos. Em 2016, foi uma das atletas que, na altura apenas com 19 anos, falou abertamente sobre o abuso sexual que sofreu por parte do treinador Larry Nassar. No final desse ano, pelo menos 368 ginastas alegaram alguma forma de abuso sexual às mãos dos seus treinadores, proprietários de ginásios e outros adultos que trabalhavam no meio desportivo. 

Leia também
Saiba mais Simone Biles, Gymnastics, desporto, futebol, eventos desportivos, Jogos Olímpicos de Verão, Ginasta
Mais Lidas