Atual

Horóscopos 2023. As previsões para o signo de Touro

Touro terá um ano de reflexões financeiras, profissionais e de investimento de recursos. Estas são as previsões de Andrea Pereira.

A carregar o vídeo ...
29 de dezembro de 2022 Andrea Pereira e Ana Pinto
Os Touros terão em 2023 o desafio de atualizar o seu destino criativo no mundo: uma nova carreira, uma nova fonte de rendimentos, um novo amor ou o plano de ter filhos ou netos que chegam. A partir de março, os astros mostram a possível retribuição de esforços feitos no passado relativamente a bens materiais, recebendo, porventura, bens relativos a familiares ou a investimentos assim como os lucros da venda de bens pessoais.

O início da primavera poderá trazer um brilho aos olhos de quem está a braços com questões amorosas, mas também traz alertas com a dieta, pois estará focada/o nos prazeres da vida. Abril e maio serão meses de reflexão em tudo o que representa assinatura de contratos, transações financeiras e acordos de longa duração. É uma altura de reflexão e de espera. A entrada de Júpiter em Touro a partir de maio poderá trazer prosperidade a este signo em diferentes áreas não só financeira, como amorosa. Como fazer crescer os recursos? Poderá ser uma reflexão intensa entre junho e outubro. As relações amorosas estarão em foco: fazer crescer a família, manter ou não a relação e a escolha acertada de amigos e relações consoante os seus valores e necessidades...

Para o primeiro decanato é o início de uma mega metamorfose dos próximos anos em que quer, ao nível do subconsciente, transformar os valores sobre os quais rege toda a sua vida e missão. O mundo poderá parecer-lhe frustrante e sentir isso ao nível da carreira e da sua relação. A questão de partilhas na relação e entre familiares ou sociedades profissionais será fonte de reflexão, disputas e conflitos. Procure um equilíbrio entre a flexibilidade e a salvaguarda dos seus interesses e necessidades.

Em alguns casos, a expansão de Júpiter e o sextil de Saturno podem trazer uma crise na prosperidade, tudo vai depender do saldo kármico. O primeiro semestre do ano será o mais forte. Para o segundo e o terceiro decanato, junho, julho, agosto e setembro serão meses desafiantes para as relações amorosas. O facto dos Mercúrios retrógrados serem em signos Terra, ao longo deste ano, fazem com que Touro tenha um ano de reflexões financeiras, profissionais e de investimento de recursos, principalmente com o Júpiter em trânsito. A quadratura do Vénus retrógado em Leão nos meses de julho, julho, setembro e outubro trará desafios adicionais a este signo, assim como o plutão em quadratura aos nódos.

O segundo decanato de Touro vai continuar com a influência de Úrano, a ver muitas das suas estruturas renovarem-se e a libertar-se de muitos valores limitadores nas suas relações, de forma a ver o mundo de uma forma mais vasta. Entre maio e agosto será a vez do terceiro decanato de Touro ter a primeira experiência uraniana, que é sempre a mais forte.
Saiba mais
Mundo, Diversão, Signos, Horóscopo 2023, Touro
Leia também
As Mais Lidas