Atual

Horóscopo abril: Caranguejo, Escorpião e Peixes

Segundos as previsões astrológicas, este será um mês recheado de emoções à flor da pele para os signos aquáticos, no que toca ao amor, saúde, trabalho e finanças.

Foto: Getty Images
01 de abril de 2023 Andrea Pereira

Caranguejo 

Caranguejo.
Caranguejo. Foto: Bastian

1º decanato - 21 a 30 de junho

O seu decanato é um dos que vai ter influências astrológicas mais potentes. O início do mês, ao nível emocional, pode ser como um vulcão em erupção, tanto no bom sentido - muita paixão, euforia ou êxtase - como no menos bom, com possíveis explosões emocionais mais intensas. 

Por outro lado, no amor há tendências astrológicas que apontam para uma fase criativa, que aludem à criança interna, ao lado mais solar, que muitas vezes pode mesmo indicar a presença de crianças à sua volta. Se no momento, não há ninguém na sua vida do ponto de vista afetivo, há a possibilidade de reencontros importantes.

Profissionalmente, a criatividade será notória e reconhecida. Financeiramente, porém, imprevistos parece que têm sido uma constante, havendo sempre mais qualquer coisa para arranjar, mais qualquer coisa para pagar. A vontade de estabilidade é forte, mas sente-se um pouco "de mãos atadas".

2º decanato – 1 a 10 de julho

Algo novo ao qual se está a dedicar representa um desafio, que deixa alguma insegurança, mas que de alguma forma ajuda ao seu crescimento e desenvolvimento como pessoa. À sua volta, a sua criatividade é reconhecida.

Fisicamente, não se sente no auge. Há uma força que convida à cura e ao autocuidado, assim como ao uso de técnicas de autoconhecimento emocional. Na segunda quinzena o mundo emocional tenderá a ser muito ativado. Por um lado, há vontade de realizar atividades ao sol e gozar a vida, por outro uma palavra mal dita pode desencadear uma situação emocional.

Nas relações íntimas, o eclipse solar em Carneiro, a 20, tem tudo para trazer mudanças na forma como a parte material é partilhada. Isso pode incluir reflexões sobre o espaço onde vivem, rever aspetos de convivência ou questões de reorganização familiar.

3º decanato – 11 a 22 de julho

Está a percecionar as suas inseguranças como obstáculo à sua expansão no mundo. A vontade de voar, de se libertar de uma espécie de cerca emocional está forte e ao mesmo tempo a vontade de não sair da zona de conforto é igualmente intensa. A chave está na mudança dos valores que orientam a sua vida. Que ideias e valores estão a impedi-la/o de avançar? A certa altura, a vontade de se libertar tem tudo para se expressar com uma viagem.

Na lua cheia a 6, no signo de Balança, as suas relações poderão funcionar como espelhos onde o seu reflexo será muito útil para perceber um lado seu que ainda desconhece. Será um bom dia para aprofundar esses relacionamentos. No entanto, deixa-se a advertência de que o que está no seu campo cego também pode servir de gatilho para emoções de raiva e explosão. Trabalhe a sua consciência emocional.

A partir do dia 20, profissionalmente, parecerá que muita coisa ao mesmo tempo está a acontecer. Domine a arte do foco numa coisa de cada vez. Desacelere.

Escorpião 

Escorpião.
Escorpião. Foto: Bastian

1º decanato - 23 de outubro a 1 de novembro

No início do mês apreciará estar entre os seus, no mundo que construiu até hoje, e aproveitar os frutos do seu trabalho. Há muita sensibilidade e momentos de verdadeira empatia podem ter lugar neste mês. Sente que há um novo capítulo a preparar, mas, para já, a prioridade é "o descanso do guerreiro".

Nas relações, memórias do passado podem acordar emoções antigas ou vontade de despertar a chama de outrora. Há o ímpeto de encontrar uma identidade antiga, que merece ser reatualizada e adequada ao presente no contexto da sua relação. Se não estiver numa relação, então dentro de si mesmo/a.

Profissionalmente ou financeiramente, os astros apontam para o firmar de acordos importantes para a sua subsistência. Até mesmo nas suas relações mais íntimas, estão reunidas condições para assegurar que as suas necessidades são escutadas e respeitadas, chegando a compromissos para o futuro. Atenção ao dia 20 de abril, o eclipse solar em Carneiro, tem tudo para trazer um virar de página.

2º decanato - 2 a 11 de novembro

No início do mês haverá um conflito entre ação e recolhimento. A vontade é a de recolhimento, mas à sua volta há muita solicitação: no trabalho, nas suas relaçõesm na família. No meio das solicitações, arranje tempo para parar e descansar a cabeça. A lua cheia em Balança, a 6, trará um desbloqueio ao nível relacional para que consiga mudar de capítulo nalgum tipo de crise.

Na saúde, o tema continua o mesmo, não a descure. No geral, este será um mês de reorganização: seja ao nível financeiro, seja na sua casa, com limpezas profundas, seja a nível profissional. Na última semana do mês irá para perto do mar, descansar e fluir com a natureza.

Prepare-se para um mês de conversas muito importantes. Principalmente por altura do eclipse solar a 20, no signo de Carneiro. Ao mesmo tempo, use as suas palavras com cuidado e atenção.

3º decanato - 12 a 21 de novembro

Tem de fazer o que tem de fazer. Este é o espírito do início do mês para si e ao mesmo tempo tem um ideal a cumprir relativamente à sua autoimagem e ao seu conjunto de valores: pode vir a ser cansativo.

Na lua cheia, a 6, algo especial em si vai revelar-se no meio das suas relações, seja a sua criatividade, seja a sua capacidade de escuta, seja o seu espírito de entrega e compromisso. Vai haver reconhecimento. Paralelamente a tantas interações, uma parte de si começa a ansiar por descanso e reflexão. A segunda quinzena trará mais esse tema.

O eclipse solar em Carneiro vai mostrar-lhe que partes de si se estão a metamorfosear. Como uma borboleta a sair do casulo, vai começar a perceber o tamanho das suas asas e as novas cores que tem.

Peixes 

Peixes.
Peixes. Foto: Bastian

1º decanato - 18 a 29 de fevereiro

O início do mês tem uma certa frescura. Novas amizades, ou amizades que são importantes marcam presença e, também, as energias astrológicas apontam para uma excelente capacidade de concretização no mundo. Como há muita água nestas influências, se emocionalmente houver clareza então há espaço para ação clara e consistente, porém, se houver carga emocional em relação às múltiplas responsabilidades, o efeito poderá não ser tão fluído.

Na lua cheia, a 6, em Balança, reconciliações tendem a ter lugar. Também há a possibilidade de se iniciar uma relação de cura com alguém que pode mesmo chegar ao nível terapêutico. Ao longo do mês, assinaturas de contratos, começo de novas aprendizagens têm tudo para estar na calha, mas atenção aos detalhes, este é um mês em que a mente pode ficar mais desatenta.

O eclipse solar a 20, em Carneiro, aponta para a consciência de que embora haja muita coisa que está a partir e que está a dissolver-se, deixando um vazio, há também novas construções a emergir.

2º decanato - 1 a 10 de março

Está numa fase em que a sensação de pés e mãos atadas é comum. Há vontade de mudar, de passar à ação, mas parece que não acontece, que não é possíve - que não dá, agora. Como quando se está a andar contra o vento e se sente uma força contrária ao nosso movimento. Por isso mesmo, treine a aceitação da sua situação, e dê passos mínimos naquilo que lhe parece ser o próximo capítulo. Lembre-se: Grão a grão…

A lua cheia a 6, no signo de Balança, vai mostrar o desconforto que sente nas suas relações. Aquilo a que aspira parece distante comparativamente ao que recebe. Pratique a escuta da realidade do outro e lembre-se dessa imperfeição que todos temos e que aprendemos a amar, o que não quer dizer que não tenha limites.

A segunda quinzena será a mais positiva para si. Algumas questões estarão para trás dos ombros e vai fazer de tudo para aproveitar a vida, o sol e o mar. O eclipse solar a 20, em Carneiro, mostrará o lado mais sorridente da sua vida, neste momento. A sua intuição está forte, conecte-se. Nas finanças, este é um mês de muita reflexão e reorganização.

3º decanato - 11 a 19 de março

Há duas formas de estar relativamente aos aspetos do momento. Ora sente que há uma força que rege a sua vida, com a qual se conecta e se rende, em simultâneo; ora há um sentimento de que o que tem em mãos é demais, e que vida está a pôr testes e testes à sua frente. Os dois em simultâneo também se podem sentir, de forma alternada! É preciso lembrar que a relação com a força da vida é evolutiva, de aprendizagem, como se houvesse um recado em cada acontecimento, que aponta para o nosso crescimento.

Novos passos para uma nova vida estão a emergir. Novas conquistas dão os seus resultados e há uma sensação de largar o passado e de ultrapassar obstáculos. A lua cheia a 6, em Balança, trará essa consciência de mudança à superfície, por via relacional.

As mudanças na sua vida trazem consigo novas necessidades que terá de processar. Fazer listas, planos, e organização do que vem está em foco, na segunda quinzena do mês.
Saiba mais
Mundo, Diversão, Signos do Zodíaco, Horóscopo abril, Água, Caranguejo, Escorpião, Peixes
As Mais Lidas