Atual

A conversa privada do presidente da Ucrânia com Mila Kunis e Ashton Kutcher

Volodymyr Zelensky reuniu-se com o casal de atores numa altura em que guerra e instabilidade assolam a Europa.

Ashton Kutcher e Mila Kunis no Breakthrough Prize 2018 no Centro de Investigação Ames da NASA, 2017
Ashton Kutcher e Mila Kunis no Breakthrough Prize 2018 no Centro de Investigação Ames da NASA, 2017 Foto: Getty Images
21 de março de 2022 Máxima

Face à devastação que a invasão das tropas russas provocou e continua a provocar em território ucraniano, foram vários os apelos de figuras públicas para que Vladimir Putin terminasse com a onda de destruição e morte. O conflito armado tocou principalmente aqueles que, embora não vivam na Ucrânia, nasceram ou têm família no país, com é o caso da atriz Mila Kunis.

Ao lado do marido, o também ator Ashton Kutcher, Kunis lançou recentemente uma iniciativa para angariar 30 milhões de dólares para ajudar os refugiados, contribuindo inicialmente com três milhões. Em duas semanas, conseguiram não só alcançar a quantia desejada, como ultrapassá-la – chegaram a cerca de 35 milhões de dólares – o que mereceu um agradecimento público por parte de Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia.

"Ashton Kutcher e Mila Kunis estiveram entre os primeiros a responder à nossa dor. Eles já arrecadaram 35 milhões de dólares e estão a enviá-los à Flexport.org e à Airbnb.org para ajudar os refugiados da Ucrânia. Grato pelo seu apoio. Impressionado com a sua determinação. Eles inspiram o mundo", escreveu o político no Twitter, com uma imagem do encontro online.

Os atores que vivem nos Estados Unidos também recorreram ao Instagram para agradecer as mais de 65 mil doações: "Embora isto esteja longe de ser uma solução para o problema, o nosso esforço coletivo proporcionará uma aterragem um pouco mais suave para tantas pessoas à medida que avançam no seu futuro de incerteza", disseram. "O nosso trabalho não está concluído. Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para assegurar que a demonstração de amor que chegou de vocês como parte desta campanha encontre o máximo impacto com os necessitados. Conforme continua a chegar o financiamento, vamos tratar cada dólar como se estivesse a ser doado do nosso bolso, com respeito e honra pelo trabalho que foi realizado."

Saiba mais
mundo, atualidade, Ucrânia, Russia, guerra
Leia também

Quem são as influencers russas que ficaram sem trabalho?

A guerra entre a Ucrânia e a Russia teve consequências nas duas frentes. Muito para lá da morte e destruição num dos lados da fronteira, jaz uma possível crise económica para os cidadãos russos, entre eles, os que sobreviviam à custa do Instagram, agora proibido no país.

As Mais Lidas