Apoio
Outubro Rosa
Outubro Rosa

Simone de Oliveira: “Nunca pensei que morria e nunca tive medo”

Sobreviveu a dois cancros, o primeiro aos 50 anos, o segundo cerca de duas décadas mais tarde. Simone de Oliveira, hoje com 82, é um exemplo de força, resiliência e positividade.

Simone de Oliveira
Simone de Oliveira Foto: Pedro Ferreira
30 de outubro de 2020 | Rita Silva Avelar

Genuinamente alegre e espirituosa, Simone de Oliveira juntou-se ao webinar Outubro Rosa, da Máxima, para dar o seu testemunho, uma vez que lutou contra dois cancros da mama. Em entrevista, revela que nunca teve medo e que, ao ir para a operação, "era a única que sabia que iria retirar todo o peito." Quando a médica que a operou lhe perguntou se poderia fazê-lo, não hesitou. Além disso, partilha a história de como descobriu que tinha o primeiro cancro da mama, quando estava no Porto, e fez uma xerografia mamária.

Não perca este testemunho de força e (re)veja todo o webinar aqui.

Saiba mais outubrorosa, Cancro da Mama, Máxima, Simone de Oliveira, Webinar
Relacionadas

"A situação é um pouco dramática"

Vítor Rodrigues, presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, explica como a pandemia de Covid-19 está a afetar os utentes e os doentes com cancro da mama.

Querida Simone

Simone de Oliveira é uma das destemidas vozes portuguesas das últimas cinco décadas. Representou o país na numa época de plena ditadura, e teve duas vozes “numa só”. Veja o vídeo com a atriz e leia a entrevista na Máxima de outubro, nas bancas.

Estas são as boas notícias para os doentes com cancro da mama

Fátima Cardoso, diretora da Unidade de Mama do Centro Clínico da Fundação Champalimaud, participou no webinar da Máxima sobre cancro da mama, onde falou dos últimos avanços da ciência, da urgência em contrariar a influência da pandemia e muito mais.

Mais Lidas
Celebridades Diana e Carlos em Lisboa: o princípio do fim do casamento real

Bela e espirituosa, Diana acompanhou o marido a Portugal em fevereiro de 1987, mas consigo trazia o segredo de um casamento arruinado. Sabendo dos quartos separados no Palácio de Queluz, os tablóides britânicos falaram, pela primeira vez, na crise conjugal dos príncipes de Gales e não mais pararam de os perseguir em busca de sinais comprometedores. A propósito da estreia da quarta temporada da série “The Crown”, recordamos esses quatro dias cruciais para a vida do casal