Beleza / Wellness

Fica irritada/o quando tem fome? Este estudo prova que é normal

Sentirmo-nos "hangry", termo inglês que junta as palavras hungry (estar com fome) e angry (estar chateado), é um fenómeno real, afirmam os especialistas.

Foto: Pexels
08 de julho de 2022 Ana Filipa Damião

Há muito que se deduz que a fome e o mau humor estão associados, mas só recentemente é que a ciência o veio comprovar, com base no recente estudo publicado na revista científica PLOS.

Ao longo de três semanas, 64 participantes, com idades compreendidas entre os 18 e os 60 anos, foram avaliados com base nos seus níveis de perceção de fome e nas variações de três indicadores - irritabilidade, raiva e falta de prazer. O acompanhamento foi feito durante a sua rotina diária, e não em contexto de laboratório. Isto através de uma aplicação do telemóvel, na qual os voluntários registavam as suas emoções cinco vezes por dia.

No fim do estudo, a equipa de investigadores, da Malásia e da Áustria, concluiu que existe um aumento de mais de 30% em todas as emoções (34% na variação da raiva, 38% do prazer e 37% da irritabilidade) quando o ser humano tem fome, independentemente da sua idade, sexo ou dieta alimentar. Ou seja, as pessoas com fome estão mais irritadiças e sentem menos prazer.

"Muitas vezes, podemos estar conscientes do que estamos a sentir fome, mas não compreendemos a sua causa. Se conseguirmos rotulá-la, estamos mais aptos a fazer algo em relação a isso", explica Viren Swami, psicólogo social na Universidade de Anglia Ruskin e líder da investigação. O estudo mostrou ainda que o aparecimento das emoções negativas estão associadas a uma maior oscilação nos níveis de fome ao longo do dia. Ou seja, um indivíduo que come regularmente vai se sentir menos irritadiço, enquanto que alguém que passa longos períodos de tempo sem alimento vai ter um humor mais desagradável. 

Saiba mais
Saúde, Educação, Fome, Irritabilidade, Estudo
Leia também
As Mais Lidas