Beleza / Wellness

Estas são as melhores horas para comer e perder peso

Se quer fazer mudanças na dieta, emagrecer ou ser mais saudável, saiba que o momento do dia em que se senta à mesa faz muita diferença.

Foto: Pexels
10 de fevereiro de 2022 Máxima

O início de um novo ano é sempre um momento de balanços e decisões. Regressar ao ginásio, comer de forma saudável e dormir bem são algumas das intenções mais comuns, mas perceber como fazer as escolhas certas nem sempre é imediato. A par do exercício físico, a alimentação é o grande pilar de uma vida equilibrada, pensada para o bem-estar físico e emocional

Numa altura em que se multiplicam as teorias sobre os benefícios (e as desvantagens) do jejum intermitente, um artigo recente apresentado no site especializado Psychology Today analisou os estudos mais recentes e eficazes. Um deles acompanhou um grupo de mais de 100 adultos obesos ou com excesso de peso, homens e mulheres dos 18 aos 64 anos, enquanto estes seguiram a popular dieta 16:8, também conhecida como jejum intermitente, que diz que se deve comer apenas entre o meio dia e as oito da noite. Já o outro grupo teve direito a três refeições ao longo do dia. As conclusões não foram animadoras. Tendo em conta a perda de peso, mas também fatores como a massa gorda e a massa magra, a insulina e a glucose, chegou-se à conclusão que aqueles que comeram o que quiseram naquela janela temporal perderam apenas 1,17% do seu peso, tal como aqueles que comeram três vezes ao longo do dia. 

A carregar o vídeo ...

 

No entanto, este estudo apenas considerou um período de tempo específico para comer e não analisou outros intervalos de hora. De acordo com Gary Wenk, especialista que assina este artigo para o Psychology Today, sustentado pelas últimas investigações, uma pessoa que coma apenas entre as nove da manhã e as quatro da tarde será mais saudável que alguém que opte pela dieta 16:8. – mesmo que privilegie alimentos mais calóricos. Isto porque a perda de peso é influenciada pelos biorritmos do corpo durante o dia, o que influencia o peso da alimentação e ao sono. Afinal, sabemos que uma noite bem dormida é essencial para evitar o excesso de peso. 

Wenk afirma que a ciência mais recente demonstra que comer mais no início do período de atividade e menos no período de descanso faz a diferença, mesmo que as calorias ingeridas sejam semelhantes. Falamos de diferenças no peso, claro, mas em muitos outros níveis, como o colesterol e a massa gorda. Por outras palavras, quem come mais ao pequeno-almoço e menos à noite tende a ser muito mais saudável. É caso para dizer que a velha máxima que nos diz que o pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia não está longe da realidade.      

Saiba mais
Saúde, Alimentação, Perda Peso, Estudo, Dieta, Psychology Today
Leia também
As Mais Lidas