Junte-se ao nosso canal de WhatsApp e aceda diretamente aos temas Máxima do momento. Seguir
Atual

Grupo L’Oréal reforça apoio às vítimas de violência doméstica e assédio na rua

Para assinalar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra a Mulher, 25 de novembro, a L’Oréal reforça o apoio a várias instituições portuguesas.

Foto: Pexels
24 de novembro de 2023 Rita Silva Avelar

O Grupo L'Oréal é um dos pioneiros a abordar temas fracturantes como o da violência contra as mulheres, um problema que Portugal continua a enfrentar - de acordo com os últimos dados do Inquérito Sobre Segurança no Espaço Público e Privado 2022, realizado pelo INE, duas em cada dez pessoas dos 18 aos 74 anos já foram vítimas de violência física ou sexual na idade adulta.

No nosso país, o grupo desenvolveu um Protocolo de Violencia de Género, da qual fazem parte as iniciativas "Stand Up" Contra o Assédio nas Ruas, da L’Oréal Paris, e o programa global de combate à violência doméstica da YSL Beauty, "Abuse Is Not Love".

A primeira consiste numa formação online gratuita (lançada em 2020 e com 3000 mil formações já dadas), para saber como reconhecer e intervir em situações de assédio em locais públicos. "A formação tem como base a metodologia dos 5D's (distrair, delegar, documentar, dirigir-se e dialogar), um sistema pioneiro que permite à vítima e às testemunhas uma intervenção segura contra o agressor", informa o Grupo L’Oréal.

A segunda visa educar jovens entre os 18 e os 24 anos sobre os "sinais de alerta dos diferentes tipos de abuso, com o objetivo de compreender, identificar e prevenir a violência entre parceiros íntimos, lutar contra a desigualdade de género e a violência por parte de um parceiro íntimo, pretendendo fazer a diferença na vida de todos os indivíduos, criando um diálogo sobre comportamentos abusivos, com foco na prevenção, educação e apoio." O programa baseia-se em quatro pilares principais: formação interna, apoio aos programas de prevenção dos parceiros de ONGs, desenvolvimento da liderança de pensamento e consciencialização em larga escala.

A somar a isso, a empresa reforça o seu compromisso através da promoção de iniciativas internas, como o ‘Employee Assistance Program’, do programa Share&Care e diversas formações sobre o tema, que visam alertar e sensibilizar os colaboradores, dando-lhes apoio psicológico gratuito (com acesso telefónico 24 horas e 365 dias por ano), numa parceria com a CIG (Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género) e ainda e-learnings.:"Na L'Oréal, queremos contribuir como agentes de mudança para uma sociedade mais igualitária, consciente e informada", afirma Sara Silva, Responsável de Diversidade da L’Oréal Espanha & Portugal. "Queremos que a L’Oréal Espanha e Portugal seja um local de trabalho seguro para as vítimas deste tipo de violência. É por isso que temos protocolos em vigor em ambos os países para apoiar os nossos colaboradores em caso de violência de género."

Saiba mais
Mundo, Educação, Grupo L’Oréal, Assédio, Violência doméstica, Assédio na rua, Apoio psicológico, Maus-tratos
Leia também

Os animais de estimação são os novos filhos?

Falar com cães e gatos com voz de bebé já é um comportamento praticamente obrigatório, mas desde quando começámos a tratar os animais de companhia como filhos? Mais importante ainda: qual é o mal?

Jornalista repreende telespectador misógino em direto

Repórter de trânsito recebe, em direto, um email de alguém que lhe pergunta se está grávida, criticando o seu aspecto e a sua escolha de roupa. A jornalista foi rápida no gatilho: "por acaso, tirei o útero no ano passado porque tive cancro" e "este é o aspeto das mulheres da minha idade".

As Mais Lidas