Prazeres

Alerta amantes da cozinha latino-americana: há um novo spot na cidade

Chama-se Lat.a, fica na Doca de Santo Amaro, e é o novo sítio preferido para provar as picantes e intensas iguarias das cozinhas de locais como Chile, México, Argentina, Peru, Brasil ou Colômbia.

08 de setembro de 2020 | Rita Silva Avelar

Logo à chegada, o Lat.a, que é o mais recente projeto do Grupo Capricciosa, conquista pela decoração e ambientes meio tropicais - em tons verdes, amarelos e vermelhos - que nos transportam para qualquer um dos exóticos países da América Latina. É que este novo restaurante lisboeta inspira-se precisamente nesta cozinha, e apresenta-se como sendo uma das mais inovadoras propostas gastronómicas dentro deste registo. As margaritas, piscos e os daiquiris com que tanto sonhamos no Verão chegam-nos à mesa com uma rapidez assinalável, como sabores deliciosos a fruta fresca e a boa tequila. Para os mais aventureiros, o shot Te Quiero (€2) a meio da refeição faz-se acompanhar de todo um aparato que vai até à mesa (amigos que adoram surpreender amigos, esta sugestão é para vocês!), o que inclui usar o enorme chapéu mexicano enquanto se brinda.

Sugestões gastronómicas do Lat.a.
Sugestões gastronómicas do Lat.a.

Mas vamos à carta: há salgados, ceviches e tacos para partilhar, que se materializam em sugestões deliciosas como pastéis de frango e catupiry com pico de galo (€5) empanadas de carne picante e linguiça (€5), ceviche clássico de peixe branco (€9) ou tacos de camarão com abacate (€7). Nos pratos principais, que se dividem pela carne e pelo mar, há picanha bem fina grelhada com arroz, feijão e farofa (€16), costela de boi na brasa com chiles, totopos ou frijoles (€15,50), moqueca de corvina (€16) ou ainda bobó de camarão (€15). Aos fins de semana, há boas razões para visitar o Lat.a, sobretudo porque nesses dias há feijoada brasileira para dois, feita com carne seca, bovino, entrecosto de porco, calabresa, barriga e orelha fumada que acompanha com arroz, feijão, couve, farofa e laranja (€35).

Sugestões gastronómicas do Lat.a.
Sugestões gastronómicas do Lat.a.
A carta de cocktails é
A carta de cocktails é "obrigatória".

Nas sobremesas, o Romeu e Julieta (€5) ou ceviche doce de manga e papaia com sorvete de limão (€6) são ideais para cortar com os sabores fortes da carta.

Onde? Armazém CP Doca de Santo Amar, Lisboa Quando? Das 12h às 15h30 e das 19h à meia-noite. Reservas 21 093 5386 ou que@lata.com.pt.

Lat.a: a decoração também é inspirada na América Latina.
Lat.a: a decoração também é inspirada na América Latina.
Sugestões gastronómicas do Lat.a.
Sugestões gastronómicas do Lat.a.

 

Saiba mais Lat.a, Grupo Capricciosa, América Latina, Verão, Te Quiero, gastronomia, alimentação
Relacionadas

Ōkah. Este não é só mais um rooftop lisboeta

Desengane-se quem pensa que o Okah, situado no espaço LACS, é mais um rooftop para a Lisboa do Tejo. A experiência gastronómica deste restaurante é tão intensa que nos desvia o olhar das vistas… para o prato.

Craveiral Farmhouse, a terra do nunca em pleno Alentejo

Num momento em que o regresso ao básico faz ainda mais sentido, este charmoso turismo rural ganhou um restaurante da horta para a mesa, pensado pelo chef Alexandre Silva. Para comer e viver os prazeres do campo, como se voltássemos a ser crianças.

Ir ao paraíso e voltar

Aos poucos o mundo vai reabrindo e, embora as viagens ainda sejam pensadas com cautela, não devemos deitar fora a nossa lista de sítios a visitar. São Miguel, nos Açores, é certamente um desses lugares, um paraíso entre a Natureza e o oceano.

Receita: Cheesecake caramelizado

"Baunilha, Bolos ao Sabor de Todas as Estações” é o livro mais guloso deste outono (e de todo o ano) com receitas de Patrícia Nascimento, food stylist, fotógrafa e autora do blogue “Coco e Baunilha”. Das mais simples às mais requintadas e festivas, sem esquecer as vegan e saudáveis. Entre elas este cheesecake caramelizado.

Mais Lidas
Celebridades Diana e Carlos em Lisboa: o princípio do fim do casamento real

Bela e espirituosa, Diana acompanhou o marido a Portugal em fevereiro de 1987, mas consigo trazia o segredo de um casamento arruinado. Sabendo dos quartos separados no Palácio de Queluz, os tablóides britânicos falaram, pela primeira vez, na crise conjugal dos príncipes de Gales e não mais pararam de os perseguir em busca de sinais comprometedores. A propósito da estreia da quarta temporada da série “The Crown”, recordamos esses quatro dias cruciais para a vida do casal