Moda / Tendências

Os collants pretos opacos ainda são chiques? As novas regras para os usar

Os collants nunca desaparecem por completo, mas uma nova série de marcas está a agitar as águas.

Foto: Getty Images
04 de março de 2022 Máxima

O que têm em comum a série And Just Like That, ostas e collants pretos opacos? A resposta é: nunca ninguém consegue concordar se são muito bons ou muito maus.

Para algumas mulheres, os collants pretos são uma das maiores invenções da Moda. Todos os anos, em outubro, vestem o material elástico grosso com alegria, por poderem finalmente usar uma saia curta sem mostrarem a pele. Para outras, são o pesadelo do inverno – sempre a descaírem ou a desfazerem-se ao primeiro contacto com uma unha partida. Durante anos, a Moda esteve do lado das collant-fóbicas e, mesmo nos famosos desfiles congelantes de fevereiro, as editoras de moda enfrentavam os nevões de Nova Iorque com as pernas desnudas porque vestir um par de collants opacos era um faux pas de Moda demasiado grande.

Agora, porém, com o regresso da minissaia estamos a assistir igualmente ao regresso dos collants como peça de Moda. Até a Vogue inglesa concorda. E eu, pessoalmente, não poderia estar mais satisfeita, sobretudo porque na última década uma série de novas marcas de collants têm estado a lançar modelos resistentes a malhas, adequados a todos os tons de pele e tipos físicos e que estão mesmo na fronteira entre serem demasiado translúcidos e demasiados grossos.

Kate Moss celebra o seu aniversário com amigos em Londres, 2019
Kate Moss celebra o seu aniversário com amigos em Londres, 2019 Foto: Getty Images

Não tenho muitas regras pessoais quanto a collants. Tento evitar opacos entre abril e outubro, independentemente de como o tempo estiver, e uso sempre qualquer coisa rendada ou de rede com sapatos rasos ou botas. Adoro os meus collants pretos translúcidos de padrão animal, mas não os usaria em verdadeiros tons de leopardo, e isso aplica-se à maior parte dos meus collants – os florais pretos são adoráveis, mas se lhes injetássemos cor, poderiam criar um look de professora de arte que não faz bem o meu género. Para além disso, o mundo dos collants é como cada uma de nós quiser: pode usá-los com saias curtas, saias compridas, com saias de veludo ou vestidos de seda, com sapatos rasos bicudos ou botas de motoqueiro.

Enquanto os collants voltam a estar na Moda, lembro-me de alguns looks particularmente bonitos – aqui estão as melhores combinações de peças de roupa com collants que deve conhecer agora…

Collants pretos e minissaia

Kate Moss e Sienna Miller usam as suas minis com collants pretos há décadas – e aquela silhueta faz-me sempre pensar nas modelos que desfilavam por Londres na década de 1960 com saias a mostrar as coxas. Os collants opacos e as minissaias são a combinação perfeita: collants de 100 denier gritam conforto, enquanto as minissaias são divertidas, fúteis e ligeiramente ousadas. Juntos, permitem a mulheres de todas as idades usar designs pelo meio da coxa com confiança e, sobretudo, sem recurso a bronzeados artificiais.

Sienna Miller em Beverly Hills, 2018
Sienna Miller em Beverly Hills, 2018 Foto: Getty Images

No que diz respeito aos collants propriamente ditos, escolher os produtos de melhor qualidade compensa efetivamente. Se estiver preparada para pagar um pouco mais, a Falke tem modelos semi-translúcidos com a dose de brilho ideal, que se mantêm sem malhas durante anos e favorecem as pernas. A marca Skims, de Kim Kardashian, também tem uma gama de collants pretos com suporte que vai até ao tamanho 24, capaz de fazer com que até as mulheres mais avessas a minissaias procurem saias mais curtas nesta estação.

Collants com padrões e saias de seda

Baratos (quer dizer, alguns) e fáceis de encomendar online, os collants com padrões dão um update imediato a qualquer combinação e são uma maneira ideal de dar um tom mais ousado àquela saia pelo meio da canela que tantas de nós usam. Marcas como a Heist (adoro o seu modelo Lady Garden) e a Calzedonia têm opções maravilhosas com florais, corações, letras e logótipos, que ficam particularmente bonitas ao espreitarem por baixo de uma saia mais comprida com um par de sapatos rasos.

A beleza dos collants decorados é que tornam qualquer look divertido sem grande esforço. A maior parte custa menos do que uma garrafa de vinho comprada no supermercado e podem ser usados com praticamente qualquer saia ou vestido, desde que num material razoavelmente liso. Como não os adorar?

Collants de Rede 50 Denier Homenzinhos All Over Coleção Keith Harin, €9,95, Calzedonia
Collants de Rede 50 Denier Homenzinhos All Over Coleção Keith Harin, €9,95, Calzedonia Foto: Calzedonia

Collants de festa e vestidos de festa

Todas as minhas festas de Natal foram canceladas devido à Ómicron, mas se tivessem acontecido, eu teria usado um par de collants de festa com um vestido simples, deixando as minhas pernas falarem por si mesmas. O que são collants de festa, pergunta a cara leitora? Para descobrir, basta olhar para a Wolford, que dispõe de modelos adornados com renda e com brilhantes que asseguram ser o centro das atenções. Embora, para mim, os melhores collants de festa sejam aqueles que não ficam com malhas a meio de um brinde com champanhe ou a cantar os "Parabéns a Você". Eis que entram em cena os Hedoine de 20 denier, resistentes a malhas, que duram, pelo menos, três temporadas festivas.

A oferta de collants de festa de designer, por outro lado, é simplesmente fabulosa, mas tem preços de ir às lágrimas. A Gucci, por exemplo, tem um par de collants embelezados com cristais brilhantes a desenhar o motivo GG que custam £750. São dramaticamente bonitos, sim, e um verdadeiro statement de Instagram, mas suspeito que usá-los para ir a uma festa levaria a um desejo altamente não-hedonista de me sentar, sozinha, numa sala almofada com medo de os estragar.

Collants com brilhantes, €1,790, Gucci
Collants com brilhantes, €1,790, Gucci Foto: Gucci

Melissa Twigg/The Telegraph/Atlântico Press

Tradução: Érica Cunha e Alves

Saiba mais
moda, tendências, collants
As Mais Lidas