Moda

Um manifesto com malhas

A nova campanha do designer inglês Archie Dickens para esta primavera/verão tem como objetivo principal mudar a indústria da Moda.

14 de fevereiro de 2020 | Vitória Amaral

É um diálogo entre a moda e a sustentabilidade, tendo como ponto de partida Lisboa, capital verde em 2020. A campanha primavera/verão de Archie Dickens quer não só transformar a indústria como abraçar o futuro através das malhas, um dos materiais de maior interesse para o designer.

A coleção ganha vida em diversos tons de verde e texturas que nos lembram a natureza, destacando-se, por exemplo, um chapéu da mesma cor que demorou três semanas a tecer pelo designer, uma peça única criada para durar uma vida. É de lembrar também que a última coleção que Dickens apresentou na edição mais recente da ModaLisboa introduziu-nos a uma vontade de mudar a consciência dos dois principais pólos na indústria da moda: os criadores e os consumidores. "Temos de mudar a maneira como compramos, como gastamos, desperdiçamos" reflecte. "Respeitar o mundo à nossa volta e acima de tudo, garanti um futuro mais sustentável".

1 de 21
2 de 21
3 de 21
4 de 21
5 de 21
6 de 21
7 de 21
8 de 21
9 de 21
10 de 21
11 de 21
12 de 21
13 de 21
14 de 21
15 de 21
16 de 21
17 de 21
18 de 21
19 de 21
20 de 21
21 de 21
Saiba mais Archie Dickens, moda, designer, coleção, primavera, verão, 2020
Relacionadas
Mais Lidas
Realeza As amantes da vida de Juan Carlos

Num momento de especulação sobre o seu paradeiro, e após informar a casa real espanhola do seu afastamento, voltam a surgir as histórias da vida de um rei que nunca gostou de ser discreto.