Moda

O design português invadiu Paris

A capital da moda recebeu com muito entusiamo e uma fila de curiosos o showcase ModaPortugal, uma boa seleção de designers nacionais que representaram o que se faz (e muito bem) em terras lusitanas.
Por Aline Fernandez, 23.06.2019

Dois anos depois da primeira edição, um novo grupo de portugueses instalou-se no número 18 da rue du Bourg Tibourg, de 18 a 20 de junho, numa instalação que uniu 28 criadores (doze de moda – entre eles David Catalán, Inês Torcato, Luís Carvalho, Kolovrat, e Constança Entrudo, esta que apresentou a sua primeira coleção a pensar num público masculino –, nove de acessórios e lifestyle, quatro de calçado e três de joalharia). É o resultado dos esforços pela internacionalização da moda portuguesa das duas principais entidades nacionais, a ModaLisboa e o Portugal Fashion, que se juntaram pela primeira vez num projeto internacional do género. A convite do CENIT (Centro de Inteligência Têxtil), a Máxima esteve em Paris para ver de perto o showcase ModaPortugal, três dias de apresentações dedicados a criadores portugueses.

Para além de celebrar a criatividade e o trabalho de autor de Portugal, a ideia é que este seja um evento aberto ao diálogo, troca de experiências e, principalmente, de estabelecimento de contactos.

Esta vitrina da portugalidade contou ainda com a apresentação da nova coleção do desginer Hugo Costa, apoiado pelo Portugal Fashion, a aproveitar o calendário oficial da semana da Moda masculina de Paris.

Eduarda Abbondanza, presidente e diretora criativa da ModaLisboa, participou na curadoria do showcase, e explicou-nos os objetivos das entidades tutoras do evento. "Estamos na semana de Moda de homem então selecionámos três designers da ModaLisboa e três do Portugal Fashion", contou, acrescentando que o trabalho mais duro foi o de inovar. "Estive a ver todas as marcas que estão no armazém [BHV Marais – uma ação de promoção dos produtos portugueses em França com cerca de 50 marcas portuguesas representadas até 25 de junho] para não trazer nenhuma que já lá estivesse. Quis trazer marcas novas e marcas que ainda não são tão conhecidas cá", explicou.

Entre as marcas selecionadas para esta edição, esteve o calçado d’As Portuguesas. "Achámos que para aqui a marca era claramente muito poderosa, por causa da cortiça. É mesmo um sapato que não existe, um bocado como as Havaianas ou os espadrilles, e que pode, se for bem trabalhado, ser um produto embaixador português. E nós não temos produtos embaixadores, precisamos", atenta Eduarda. Abbondanza reforçou ainda que o País precisa de ter mais eventos que promovam o design nacional. "Portugal é um país pequeno e não tem verbas milionárias, não é? Paris é uma cidade caríssima, principalmente durante o calendário da Moda, portanto se Portugal quer impactar os mercados internacionais, mesmo em termo de comunicação, fazer uma coisinha aqui e outra ali não tem escala", continua. "Portugal ainda tem uma política de capelinhas. E não vamos ganhar nada com isso. Já temos 20 anos disso e não ganhámos. Sobrevivemos. Se queremos, não subir degraus, mas galgar patamares, que é aquilo que está pela frente, tem de ser assim. E há muitos setores que já estão a fazer isso e estão a ter resultados muito bons. Tem muito a ver com a forma como [os mercados internacionais] nos lêem. E lêem-nos mal", opinou.

O Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, também esteve no ModaPortugal e reforçou a importância do apoio conjunto no setor. "Não me importo nada que haja duas associações, o que tem de haver é um trabalho conjunto no exterior, promovendo a moda portuguesa", afirmou. "Muita gente não sabe, mas exportamos o segundo par de sapatos mais caro do mundo. Só os italianos vendem sapatos mais caros do que os portugueses. Vendemos o quilo de têxtil mais caro do mundo. E isso significa que exportamos produtos de elevado valor acrescentado", esclarece Eurico.

Marlene Oliveira, responsável pela unidade de internacionalização do CENIT explicou à Máxima que a instalação buscou aliar a tradição e o saber de confecionar com elementos do design nacional. "Portugal já é conhecido como um produtor, um parceiro seguro, flexível, sério acima de tudo e com capacidade de resposta, mas estamos a trabalhar na comunicação do nosso design."

Para a seleção de marcas, Marlene explicou que a diversidade foi calculada. "A moda agora é lifestyle. Quando entramos numa loja não vemos só roupa, vemos uma estética. Nós aqui quisemos criar essa experiência sensorial de descoberta do que é Portugal". Por isso, vimos os manjericos à porta da instalação, o catering português e a apresentação de Fred, dos Orelha Negra. "Isto é um projeto coletivo de promoção de imagem, que não terá retorno comercial no imediato, mas acreditamos que essas ações promociais conjugadas com outras ações de carácter mais comercial concorram para a mesma promoção de Portugal e, claro, que se converta em vendas e aumento das exportações, naturalmente", explica Marlene sobre o investimento de cerca de 100 mil euros no ModaPortugal. Para ela, essas ações também funcionam bem no plano interno. "Temos que reeducar o consumidor português. Aquela ideia que nós só apostamos no que é estrangeiro e nas grandes marcas e que o design português é caro, tudo isso é um mito."

O showcase ModaPortugal é organizado pelo CENIT e ANIVEC/APIV (Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção), em conjunto com a APICCAPS (Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes e Artigos de Pele e Seus Sucedâneos) e ModaLisboa e em parceria com a AORP (Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal) e Portugal Fashion. A iniciativa é co-financiada pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através Programa Operacional para Competitividade e Internacionalização do Portugal 2020.

Tags: moda semana da moda paris showcase modaportugal eduarda abbondanza modalisboa portugal fashion eurico brilhante dias marlene oliveira cenit anivec apiv apiccaps aorp fundo europeu de desenvolvimento regional portugal 2020
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!