Notícias

Michael Kors e Jimmy Choo deixarão de usar pelo animal em 2018

As duas marcas de luxo seguem os passos da Gucci, que anunciou a mesma decisão há alguns meses.
Por Marta Carvalho, 18.12.2017

As marcas Michael Kors e Jimmy Choo (que a Michael Kors Holdings adquiriu em junho deste ano) acabam de anunciar que deixarão de fazer produtos com pelo animal a partir de 2018. Esta notícia surge poucos meses depois da italiana Gucci ter decidido fazer o mesmo.

Segundo o site WWD, Michael Kors tomou a decisão depois de uma conversa que o chefe executivo da marca John Idol teve com Dan Matthews, da PETA. Desde então, a marca americana anunciou que quaisquer produtos com pelo que estejam neste momento em produção serão descontinuados em dezembro de 2018 e que o pelo sintético será introduzido como alternativa nas próximas coleções.

"Esta decisão é um novo capítulo no crescimento da empresa, que continuará a evoluir e a adotar materiais inovadores", explicou Idol. A marca poderá apresentar peças com pelo sintético já em fevereiro de 2018, altura em que desfilará a coleção para o outono/inverno do ano seguinte.

 

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!