Moda

Coleção Métiers d’art 2020/21: Chanel fecha o ano numa ode ao feminismo renascentista

A maison francesa apresentou na última quinta, 3, o filme da coleção “Le Château des Dames” 2020/21, tendo como cenário o belo Château de Chenonceau, no Vale de Loire em França, e como única convidada a atriz Kristen Stewart.

A carregar o vídeo ...
04 de dezembro de 2020 | Marta Vieira

Num ano em tudo atípico, a Chanel apresentou o último grande desfile da temporada sem audiência, à exceção de Kristen Stewart, e com transmissão online. A coleção Métiers d’art "Le Château des Dames" 2020/21 foi apresentada a partir do Château de Chenonceau, também conhecido como Château das Sete Damas, obra arquitetónica do Renascimento, onde Virginie Viard encontrou todo o empoderamento feminino de que precisava.

Foi uma decisão deliberada, aliás uma escolha "óbvia" que a diretora artística de moda da Casa tomou quando encontrou neste ambiente um símbolo do poder feminino. "Foi projetado e vivido por mulheres, incluindo Diane de Poitiers e Catherine de' Medici. É um castelo à escala humana. E o emblema de Catherine de' Medici era um monograma composto por dois C’s entrelaçados, assim como o da Chanel", confidencia em comunicado. "Não sabemos se a Coco [Chanel] foi diretamente inspirada por ela, mas é altamente provável porque ela admirava imenso as mulheres da Renascença".

As tendências apresentadas refletem tanto o glamour da nobreza renascentista francesa como a linha arquitetónica do próprio castelo, refletido em padrões de xadrez, tweed ou bordados florais. Os tons seguem uma linha monocromática, maioritariamente pretos e brancos. Entre as peças com mais destaque, e para além dos vestidos com pormenores góticos, dominados pelopretos, vimos saias em lantejoulas ou tailleurs, tudo em tamanho mini; mas também as leggings, muito presentes em todo o desfile, coloridas e brilhantes. Como acessórios aparecem os tradicionais modelos bicolores, desta vez em modo cintilante, mas também brincos megalómanos e chokers que são um statement. Uma coleção jovem e prática, onde o contexto histórico alia o romântico a um toque rock.

1 de 67
2 de 67
3 de 67
4 de 67
5 de 67
6 de 67
7 de 67
8 de 67
9 de 67
10 de 67
11 de 67
12 de 67
13 de 67
14 de 67
15 de 67
16 de 67
17 de 67
18 de 67
19 de 67
20 de 67
21 de 67
22 de 67
23 de 67
24 de 67
25 de 67
26 de 67
27 de 67
28 de 67
29 de 67
30 de 67
31 de 67
32 de 67
33 de 67
34 de 67
35 de 67
36 de 67
37 de 67
38 de 67
39 de 67
40 de 67
41 de 67
42 de 67
43 de 67
44 de 67
45 de 67
46 de 67
47 de 67
48 de 67
49 de 67
50 de 67
51 de 67
52 de 67
53 de 67
54 de 67
55 de 67
56 de 67
57 de 67
58 de 67
59 de 67
60 de 67
61 de 67
62 de 67
63 de 67
64 de 67
Foto: Juergen Teller
65 de 67
Foto: Juergen Teller
66 de 67
Foto: Juergen Teller
67 de 67
Leia também
Saiba mais moda, desfile, Chanel, coleção Métiers d’art, “Le Château des Dames” 2020/21, château de Chenonceau, Virgine Viard, Coco Chanel
Mais Lidas