Celebridades

“Perguntam-me se me sinto mais branca ou negra, se me sinto mais francesa ou africana”

Cindy Bruna, capa da 'Máxima' de fevereiro, já nas bancas, fala-nos dos seus gostos e preferências de estilo.
Por Aline Fernandez, 03.02.2020

Cindy Bruna não está a sorrir na capa da Máxima de fevereiro, mas garantimos que o seu sorriso é contagiante. A modelo francesa de Saint-Raphaël tem 25 anos e vive em Nova Iorque. Tal como a própria descreve na sua página de Instagram é "meia congolesa, meia italiana", mas esta é apenas uma referência aos seus pais.

Foi durante umas férias nas praias de Cagnes-sur-Mer, na Riviera Francesa, que foi abordada por Dominique Savri, booker da agência de modelos francesa Metropolitan. Tinha 16 anos já distribuídos pelos seus 1,80 m de altura. Começou na Moda com os icónicos Alaïa e Elie Saab e foi a primeira modelo não-caucasiana a ser exclusiva da Calvin Klein, em 2012. No ano seguinte foi fotografada por Steven Meisel para a capa de dezembro da Vogue Itália, sendo o rosto da edição de setembro da mesma publicação.

2013 é também o ano que desfila pela primeira vez para a Victoria's Secret, conquistando as asas de Anjo no ano seguinte. A partir daí vimo-la nas campanhas de grandes marcas, nomeadamente Chanel, Prada, Burberry, Yves Saint Laurent, Givenchy, Balmain, Alexander McQueen, entre muitas outras. Em janeiro de 2020, desfilou na Semana de Moda de Alta-Costura, em Paris, marcando presença no desfile de despedida de Jean Paul Gaultier das passerelles. Antes de entrar fez o sinal da cruz, movimento que confessa fazer sempre que entra numa passerelle.

Cindy Bruna participou no seu primeiro filme há três anos, em Valerian e a Cidade dos Mil Planetas (2017) de Luc Besson, com Cara Delevingne, Clive Owen, Rihanna e Ethan Hawke, e ainda em Ocean's 8 (2018). Conversámos com a modelo – que poderia ser contabilista por sempre ter sido boa com números – como nos contou na segunda edição do LegShow da Calzedonia, em Verona. Estas são as dez coisas que provavelmente não sabia a seu respeito:

A primeira coisa que faz quando acorda

É terrível, mas olho para o meu telemóvel.

Um livro fundamental

O Poder do Agora [de Eckhart Tolle].

A cor favorita

Azul. Eu adoro pintar, faço-o para mim, e percebi que estava sempre a usar o tom nos meus quadros.

Um ritual

Gostava de fazê-lo mais, mas é meditar. É o que faço para relaxar.

Os seus mandamentos para a alimentação

Acredito que seja encontrar um equilíbrio. Eu adoro pizza, pão, é claro que adoro queijo, mas sei que tenho de beber mais líquidos, comer legumes, peixe e por outro lado comer à vontade. O meu guilty pleasure diria que é queijo, pão e queijo… Com vinho, sou francesa!

O que leva sempre na carteira

Bálsamo labial e batom.

Um talento escondido 

Eu vou dizer a pintura, porque é o que eu adoro fazer.

A melhor viagem que fez e porquê? 

Eu fui às Bahamas e foi incrível! A água, o ambiente… Foi fabuloso.

A viagem que sonha em fazer

Japão, eu adorava ir ao Japão!

A pergunta que não suporta que lhe façam

Já aconteceu de diversas formas, mas quando perguntam-me se me sinto mais branca ou negra, se me sinto mais francesa ou africana… Isso é indelicado, é esquisito, não sei… Eu não tenho de escolher para provar algo.

Tags: cindy bruna modelo máxima
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
1 Comentários
Comentário mais votado
Anónimo Não sei se é africana ou francesa, mas que é muito bonita é ç
Há 2 semanas
Anónimo Não sei se é africana ou francesa, mas que é muito bonita é ç
Há 2 semanas
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!