Celebridades

O momento televisivo mais constrangedor e sexista da carreira de Jennifer Aniston

Sexista, misógino e indelicado. São os adjetivos possíveis para este momento televisivo que remonta a 1998 no programa de entrevistas de David Letterman, que voltou a tornar-se viral pelas piores razões.

A carregar o vídeo ...
22 de fevereiro de 2021 | Rita Silva Avelar
Depois da estreia primeira parte do documentário Framing Britney Spears, temas como a misoginia, o machismo, e os comportamentos paternalistas perante as mulheres da indústria da representação e da música estão a voltar à tona. Como resultado, várias entrevistas antigas estão a ressurgir, demonstrando como várias personalidades conhecidas foram constantemente colocadas em posições desconfortáveis enquanto estão a ser entrevistadas, quase sempre sobre a sua vida profissional e não sobre a sua vida privada.

Voltar ao momento em que David Latterman colocou Jennifer Aniston numa posição de desconforto num episódio do seu programa televisivo em 1998 é essencial, embora constrangedor e difícil de assistir em pleno 2021. É que além de um misto de sentimentos de repúdio, constrangimento e revolta, as imagens causam alguma perplexidade por saber que há pouco mais de 20 anos este tipo de comportamento era minimamente "aceite" (sem grande discussão pública e mediática) num programa de televisão com este alcance. 

No episódio, há um momento em que David Letterman se aproxima demasiado da atriz de Friends (perante a sua perplexidade e evidente desconforto), acabando mesmo por "apanhar" uma parte do seu cabelo, metendo-o na boca, após várias tentativas cada vez mais inadequadas. "Perdoa-me se isto é rude, só quero tentar uma coisa", diz-lhe, antes de o fazer. De seguida, oferece-lhe um lenço, que Jennifer Aniston usa para limpar essa mesma parte do seu cabelo, com evidente repúdio. No Twitter, os fãs reagiram com palavras como "nojento" e "sinistro" para se referir a este momento da vida da atriz, que na altura tinha 29 anos e estava a promover o filme A Razão do meu Afeto (1998). 

Não é a primeira vez que David Letterman causa polémica no seu programa, por ter comportamentos misóginos e sexistas com mulheres bem conhecidas do universo de Hollywood. Em 2013, a abordagem brusca e indelicada que o apresentador escolheu para entrevistar Lindsay Lohan sobre a sua reabilitação por abuso de drogas e alcóol tornou-se viral pelas piores razões. Ao longo de mais de 10 minutos, são várias as vezes que a entrevistada mostra o seu desconforto perante um tema tão sensível, abordado num tom jocoso e sexista.
Leia também
Saiba mais Jennifer Aniston, David Letterman, sexismo, artes, cultura e entretenimento
Mais Lidas