Beleza / Wellness

Quatro plantas que ajudam a perder peso (mesmo a tempo do verão)

Tenta evitar o consumo de doces no dia-a-dia, mas acaba sempre por desistir? Este artigo é para si.

Foto: Pixabay
19 de maio de 2022 Ana Filipa Damião

Resistir aos doces não é fácil, os gulosos que o digam. As nossas emoções empurram-nos facilmente para este pequeno pecado - um pouco de chocolate à hora do lanche transforma-se em horas de arrependimento noturno. Estas são as plantas que ajudam a contornar o problema, e até a emagrecer no processo.

Gymnema Sylvestre

É uma planta de origem indiana conhecida por travar os desejos de doces de uma forma bastante radical - literalmente. Na prática, atrofia os nossos recetores gustativos, fazendo com que os alimentos doces ingeridos posteriormente percam aquele sabor "viciante". Pode ser consumida através de cápsulas, disponíveis em farmácias ou ervanárias, durante três semanas. Em alternativa pode deixar derreter a cápsula debaixo da língua ou preparar um chá. Não aconselhável a quem tome medicamentos para os diabetes.

Botão da árvore de figo

Esta planta é uma ótima reguladora do sistema nervoso, o que ajuda no combate da fome emocional. Contribui ainda para a digestão e ajuda nos sintomas de acidez gástrica. Também está à venda nas farmácias e deve ser consumida fora das horas de refeição, como aconselhou recentemente a nutricionista Carol Gayet ao site da Madame Fígaro.

Griffonia Simplicifolia

Viajamos até a África do Sul para descobrir esta planta que ajuda a regular o humor e a ansiedade, um efeito útil no que toca à dita fome emocional. Pode ser consumida sob a forma de cápsulas ou sob a forma de solução hidroalcoólica, diluída em água, de preferência ao final do dia, pois dá sono. Não aconselhável a quem toma antidepressivos.

Canela

Uma especiaria querida de alguns doces portugueses, como o pastel de nata ou o arroz doce, é facilmente encontrada no supermercado. A canela é o soldado ideal para combater o açúcar, pois regula a glicemia, ajudando consequentemente a controlar o nível de glicose (um hidrato de carbono simples) no corpo. Neste caso, deve ser consumida sob a forma de infusão noutros alimentos ou até na água ou no iogurte.

É essencial que consulte o seu médico antes de ingerir qualquer uma destas plantas, pois podem interferir com outro tipo de medicação ou tratamentos. O mesmo se aplica a grávidas e mães recentes.

Saiba mais
Saúde, Educação, Alimentação
Leia também

"O maior mito é que comer de forma saudável é caro"

Mark Hyman, especialista em medicina funcional e autor do livro 'A Dieta Pegan', ensina-nos a comer de forma mais saudável, com base em alimentos verdes. "Não existe uma dieta perfeita para cada pessoa no planeta" diz o autor, que conversou com a Máxima.

As Mais Lidas