Atual

Livraria Lello inaugura sala dedicada a livros raros

A visita à Gemma já é possível para todos os amantes de literatura, mediante marcação prévia.

Sala Gemma
Sala Gemma Foto: Livraria Lello
01 de abril de 2022 Ana Filipa Damião

A centenária Livraria Lello, no Porto, inaugurou um novo espaço privilegiado e exclusivo para os amantes de literatura, também conhecidos como "aquelas pessoas que têm obras espalhadas por todas as divisões da casa", lê-se, no comunicado de imprensa, e não poderiamos concordar mais. Na Gemma podem ser adquiridos verdadeiros tesouros – livros raros, manuscritos, primeiras edições, livros de luxo e livros objeto – para além de servir como sala de exposição, onde pode deliciar-se com as histórias de algumas das obras mais particulares de todo o mundo. É um local para aqueles que procuram o livro como objeto de arte, cultura, prazer e investimento, uma vez que estes não são tão permeáveis às flutuações do mercado.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Livraria Lello (@livraria.lello)

Exemplares da primeira edição de Moby-Dick (Herman Melville), de Orgulho e Preconceito (Jane Austen), de O Retrato de Dorian Gray, assinada por Oscar Wilde, e ainda uma raríssima primeira edição de Harry Porrer e a Pedra Filosofal são alguns dos títulos que estarão em exposição. Contudo, as novidades não ficam por aqui. A Gemma reúne ainda parte do espólio da Coimbra Editora e da Brazenhead Books, duas icónicas casas dos livros cuja memória a Lello faz questão em manter bem viva. A primeira fechou portas em 2020 e a segunda, conhecida miticamente como a "última livraria pirata de Nova Iorque", fechou em 2019 com a morte do seu proprietário, Michael Seidenberg. Desta, estarão expostos não só títulos emblemáticos como também objetos pessoais de Seidenberg.

Primeira edição de 'Harry Potter e a Pedra Filosofal'
Primeira edição de 'Harry Potter e a Pedra Filosofal' Foto: Livraria Lello
Exemplares da Gemma, Livraria Lello
Exemplares da Gemma, Livraria Lello Foto: Livraria Lello

O acesso é feito mediante marcação prévia e sujeita a confirmação por parte da livraria, que existe desde 1906. As visitas acontecem de quarta-feira a domingo, das 10h às 19h, sempre com acompanhamento personalizado.

Saiba mais
mundo, atualidade, cultura, livraria Lello, Porto
Leia também

Daniel Blaufuks: Regresso à movida lisboeta dos anos 80

Lisboa Clichê é um livro que cabe no bolso, mas não deixa de contar um sem fim de histórias fascinantes. As fotografias a preto e branco tiradas por Blaufuks, intercalam-se com textos onde aventuras reais da sua juventude se apoderam das ruas da cidade, numa Lisboa autêntica, secreta e cinematográfica, anos antes de ser engolida pela globalização.

Os rituais de leitura de Margot Robbie são mais nerds do que imagina

A atriz e embaixadora da maison é a convidada especial do sétimo episódio de "In The Libraby", uma série de entrevistas que se debruçam sobre a literatura. Neste episódio, Margot Robbie revela qual foi o primeiro livro que leu em criança e quais são as obras que atualmente adora.

Yves Saint Laurent. Recordar a história de um visionário da Moda

Dior viu no seu tímido aprendiz um sobredotado da Moda e a posterioridade deu-lhe razão. Há 60 anos Yves Saint Laurent conquistou sucesso imediato com a apresentação da sua primeira coleção em nome próprio. Paris celebra a efeméride com pompa e circunstância até Maio deste ano.

As Mais Lidas