Últimas Notícias

Mais sobre:Campanhas
A “caçadora” de hackers

Culturas

A “caçadora” de hackers

É o mais obscuro dos mundos e a maioria dos cibercrimes não são denunciados. Para os criminosos, o dinheiro que se ganha compensa os riscos. Mas como o fazem? Detentora de informações privilegiadas, Kate Fazzini foi contra a maré para revelar o mundo da fraude digital e da extorsão corporativa. E o raro é isso mesmo: ser uma mulher a fazê-lo.
Por Will Pavia, 27.12.2019
A insustentável leveza do ter

Lifestyle

A insustentável leveza do ter

Numa altura em que o planeta se encontra a abarrotar só há uma coisa a fazer. Ou a não fazer. Referimo-nos ao ato de comprar. Ou melhor, de comprar com conta, peso e medida. O verbo ‘comprar’ de modo exacerbado só tem trazido dissabores ao planeta e, consequentemente, a nós que o habitamos. Podemos assobiar para o lado e camuflar o problema sob a alçada de termos como ‘sustentabilidade’. Ou então encaramos os factos. A Máxima dá-lhe números, muitos e redondos, para que a falta de factos deixe de ser uma desculpa e não lhe reste senão encarar a mudança.
Por Pureza Fleming, 26.12.2019
Ho, ho, ho! Outra vez o Natal

Lifestyle

Ho, ho, ho! Outra vez o Natal

O dia 25 de dezembro está quase a chegar. Enquanto o Pai Natal enche o trenó, as lojas enchem as prateleiras, a época de maior consumo do ano instala-se, feliz e luminosa, apoiando-se nas tradições e desafiando os valores da quadra numa sociedade que, apesar de frenética, procura manter a magia. Quais as tradições que se mantém, as que mudaram e as que chegaram para ficar?
Por Carolina Carvalho, 24.12.2019
6 iniciativas solidárias para este Natal

Culturas

6 iniciativas solidárias para este Natal

Tempo para estar em família e com amigos, a quadra natalícia é, acima de tudo, altura de partilha e amor. Celebrá-la, enquanto ajudamos os outros, pode ser o melhor presente. De restaurantes a peças de joalharia, saiba como pode ajudar quem mais precisa.
Por Rita Silva Avelar, 09.12.2019
Os miúdos estão bem?

Lifestyle

Os miúdos estão bem?

O que leva uma mãe a criar um espaço online baseado nos filhos? Expondo a vida familiar – com fins comerciais ou não – como combate a um dos lados mais negros do digital: haters, pedófilos e outros perigos que se escondem por trás dele?
Por Pureza Fleming, 24.10.2019