Celebridades

'The Crown' recria polémica entrevista em que Diana assume traição

Aquela que foi considerada por muitos o fio condutor que levou ao divórcio definitivo da princesa e do príncipe Carlos, bem como ao afastamento da família real britânica, poderá ser exibida num episódio em que a Netflix gastou milhões.

A carregar o vídeo ...
27 de outubro de 2021 Máxima

Os fãs de The Crown podem esperar boas notícias para a quinta temporada, sobretudo se forem admiradores da princesa Diana. Neste novo capítulo, poderá haver um episódio inteiro dedicado à infame entrevista que a princesa Diana deu ao jornalista Martin Bashir no programa Panorama da BBC, e que recentemente voltou a ser notícia. Nesta entrevista, Diana diz a famosa frase: "Neste casamento eramos três, o que se tornou um pouco lotado", referindo-se ao caso amoroso entre Camilla e Carlos, na altura ainda seu marido. Ao longo da entrevista, Diana fez subtis referências às múltiplas traições porque o casal real passou.

De acordo com o tablóide The Sun, a Netflix gastou milhões neste episódio em particular, que retrata aquela que foi considerada por muitos a entrevista que levou Diana de Gales a afastar-se ainda mais da família real e a isolar-se, sendo que pouco depois perdeu os títulos reais que lhe davam proteção e segurança. A entrevista aconteceu em 1995, o divórcio oficializou-se em agosto de 1996 e Diana acabaria por morrer um ano depois, num trágico acidente de automóvel.

A série The Crown tem, aliás, um histórico de investigação de episódios como este, que nem sempre agradam à família real, sobretudo quando são relacionadas com figuras como Diana.

A polémica em torno da entrevista ao Panorama voltou a explodir no início deste ano, quando uma investigação independente do antigo juiz Lord Dyson descobriu que a BBC "ficou aquém dos seus altos padrões de integridade e transparência." A investigação pôs a nu que Bashir falsificou documentos para obter a entrevista. Bashir desculpou-se, mas afirmou continuar "orgulhoso" da entrevista.

Ainda assim, a BBC pediu desculpas ao marido de Diana, Carlos, príncipe de Gales, aos filhos William e Harry, os duques de Cambridge e Sussex e ao irmão Charles Spencer. "A entrevista foi uma grande contribuição para piorar a relação dos meus pais e desde então tem prejudicado inúmeras outras pessoas ", disse William numa declaração em vídeo, na altura.

Harry uniu-se ao irmão, dizendo mesmo que a entrevista foi uma das razões que conduziu ao desfecho sombrio da mãe. "A nossa mãe perdeu a vida por causa disto e nada mudou. Ao proteger o seu legado, protegemos todos, e defendemos a dignidade com que viveu a sua vida. Recordemos quem ela era e o que ela representava". Ironicamente, Harry e Meghan estabeleceram recentemente um contrato de vários anos com a Netflix, ficando responsáveis por documentários, longas-metragens e séries infantis.

A 5ª temporada de The Crown deverá ser transmitida em novembro de 2022, com Elizabeth Debicki no papel da princesa Diana. Ao mesmo tempo, está prestes a estrear Spencer, o biopoic que coloca Kristen Stewart no papel da princesa e que está a dividir a crítica.

Saiba mais
BBC, William, Diana de Gales, Martin Bashir, Netflix, Harry, Earl Spencer, artes, cultura e entretenimento, televisão
Leia também

Ladies and gentlemen, Miss Meghan Markle!

No dia do 40º aniversário de Meghan Markle, recordamos o texto de Helena Matos de 2019, um olhar sobre a vida da duquesa de Sussex. Sedutora ou impostora? Autoritária ou dinâmica? Estrela ou duquesa? Demasiado Hollywood ou pouco royal?... O presente é um jogo que ora leva Meghan Markle à Glória de um casamento feliz ora a mergulha no Inferno das intrigas em torno da família real.

As Mais Lidas