Beleza / Wellness

Vitaminas e minerais que fazem milagres pelo sistema imunitário (e ajudam a combater os vírus)

Há várias mudanças que podemos fazer pelo nosso sistema imunitário. Uma delas é reforçá-lo para que, em pleno inverno e época de festas, consigamos fazer o máximo para torná-lo mais forte e resistente a contágios, seja de uma gripe normal ou de covid-19.

Foto: Anna Shvets / Pexels
27 de novembro de 2020 | Rita Silva Avelar
Desde que o novo coronavírus se instalou nas nossas vidas, são muitos os conselhos médicos - não só de higiene mas também de nutrição - que têm sido divulgados ao longo dos meses. Um dos mais importantes relaciona-se com o fortalecimento do nosso sistema imunitário que idealmente deve estar sempre robusto, mas que agora deve ser duplamente reforçado. À medida que nos dirigimos para a época de festas e do tempo de inverno, que é sempre mais rigoroso, é este o momento ideal para reforçar o nosso sistema imunitário e combater o vírus.

Segundo Cristina Palacios, professora de dietética e nutrição do instituto Robert Stempel College of Public Health & Social Work, na Florida, os suplementos e alimentos ricos em certas vitaminas e minerais são cruciais. "Aqueles de nós que têm um melhor estado nutricional podem combater a doença melhor do que outros", refere esta docente, num artigo publicado no site do instituto, e que vai mais longe ao dizer que "temos constantemente agentes patogénicos, tais como vírus e bactérias, a entrar no nosso corpo" e que "se o nosso sistema imunitário estiver a funcionar realmente bem, não somos infetados." E acrescenta: "Em geral, a nutrição afeta todo o nosso corpo. Todos os processos corporais requerem enzimas, e muitas vitaminas e minerais ajudam as enzimas a funcionar melhor. Há o ditado: "Somos o que comemos". É verdade. Se quisermos ser saudáveis, temos de consumir certos nutrientes".

No início deste ano, esta professora e investigadora colaborou com uma equipa de especialistas internacionais para desenvolver um guia, que foi publicado no jornal oficial da Sociedade Latino-Americana de Nutrição (SLAN), para ajudar os trabalhadores da linha da frente a proteger a sua saúde através de suplementos e alimentos. Com este estudo, chegou a três ingredientes fundamentais. 

Primeiro, a vitamina C, já conhecida com uma ótima fonte de reforço do sistema imunitário. No artigo em questão, Palacios reforça que a vitamina C é vital para a saúde dos leucócitos, um tipo de glóbulos brancos que ajudam a combater as infeções. É particularmente importante durante uma pandemia, por isso recomenda que os adultos tomem um suplemento de vitamina C de 1000 mg duas vezes por dia. Também há alimentos ricos nesta vitamina, como o sumo de laranja e laranjas, bem como outras frutas e vegetais cítricos, incluindo toranjas, morangos, tomates e arandos.

Leia também
Outra é a vitamina D. A maior parte das vezes recebemos a nossa vitamina D através do sol, mas no inverno tomar um suplemento é uma boa alternativa. De acordo com esta docente, há vários estudos que demonstraram que baixos níveis de vitamina D têm sido associados a um maior risco de desenvolvimento de doenças respiratórias em adultos e crianças, e recomenda que os adultos tomem um suplemento de vitamina D3 de 1000 Unidades Internacionais (UI) uma ou duas vezes por dia, consumido durante as refeições. Podemos aumentar a ingestão de vitamina D através de alimentos como peixe, óleo de fígado de peixe, alguns tipos de carnes ou frutos do mar. A vitamina D também potencia a melhor absorção do cálcio no intestino, e ajuda na prevenção de outras doenças como osteoporose, diabetes ou hipertensão. 

E também o zinco. Esta professora explica que o zinco é crucial para o desenvolvimento e funcionamento normal das células que regulam parte do sistema imunitário, e acrescenta que há estudos que demonstraram que o aumento das concentrações de zinco pode inibir a replicação de vírus como o poliovírus e o SARS-coronavírus. Recomenda que os aos adultos tomem um suplemento de zinco de 40 mg ou menos uma vez por dia.

Por fim, Cristina Palacios explica ainda que podemos adquirir pelo menos quatro outras vitaminas e minerais através de uma alimentação equilibrada e rica: 

Vitamina A
, através de laticínios e ovos, bem como frutas laranjas e amarelas.

Leia também
Vitamina B3, que ajuda a reduzir a inflamação e os danos nos pulmões, pode ser obtida em alimentos como o frango, carne, peixe, grãos, feijões e leguminosas e nozes.

Vitamina B9, que além de prevenir infeções respiratórias em crianças, pode consumir-se em alimentos com folato (em folhas verdes como espinafres) e ácido fólico (em alimentos fortificados, incluindo massas e pão).

Probióticos, pois há certas estirpes de probióticos que em situações específicas podem prevenir infeções das vias respiratórias superiores. É possível encontrar probióticos no iogurte e no leite fermentado.
Leia também
Saiba mais Cristina Palacios, saúde, ciência e tecnologia, Sistema imunitário, Vitaminas, Minerais, Suplementos
Mais Lidas