Beleza / Wellness

Diário de uma dieta: semana 3. A escolha das refeições para a semana

Desafiada pela Máxima e pela YES!diet, a Catarina está a seguir um plano alimentar com o objetivo de emagrecer ao longo de 12 semanas, um processo que vai mudar a sua vida. Leia o terceiro capítulo deste diário.

13 de maio de 2021
Ao sair do consultório da nutricionista Marta Esgalhado dirijo-me à montra YES!diet na Well's para adquirir as refeições dos próximos sete dias, até à próxima consulta. Fiquei particularmente curiosa com os alimentos frescos, exclusivos da YES!diet, e com a variedade existente de pratos (já disse que estou ansiosa por provar?). Além das refeições frescas da marca, o meu plano tem sempre legumes e nalguns dias sopa, lacticínios magros (iogurtes e queijo) e frutos vermelhos.

Começo por escolher o pequeno-almoço: posso comer o pão de cenoura da YES!diet com uma fatia de queijo magro ou com uma colher de sobremesa de uma das compotas da marca (há de morango e pêssego - escolho a segunda). Ou então opto pelos flocos YES!diet, para juntar a um iogurte magro. Acho que vou gostar mais da primeira opção, mas quero provar tudo. A meio da manhã, se tiver fome, posso comer uma cracker da marca (há com ervas aromáticas) com um punhado de frutos vermelhos (que caibam apenas na palma da mão, e que sejam mirtilos, morangos, amoras ou framboesas). 

Entretanto, tenho que garantir que bebo 1,5 litros de água por dia, além do chá (1l), que é um mix de várias ervas (cavalinha, dente de leão, centelha asiática e hibiscus), indicado pela nutricionista. Passo para a montra das refeições frescas a pensar com entusiasmo nos meus almoços, e espanto-me com a variedade: de chilli com carne, a brás de bacalhau e strogonoff de perú, passando por tortilha à espanhola. Tanto posso escolher pratos que fazem parte da tradição gastronómica portuguesa como refeições com um toque de outras culturas. Em alternativa, sopa. Devo acompanhar uma destas refeições com uma variedade de salada ou legumes (100 gramas), como abóbora, agrião ou bróculos. Com pouco azeite, claro! Há uns meses, não me imaginaria a cozinhar uma única refeição sem tão pouco azeite.

Pergunto-me o que será a "ementa" de tarde. Até agora, as propostas parecem ser desafiantes, mas saborosas. Olho de novo para o plano e percebo que de tarde, ao primeiro lanche, posso comer um snack, que é um snack fresco (pisquei logo o olho ao húmus com queijo e cenoura na vitrine) ou uma barrinha - se nesse dia me estiver a apetecer um doce. Disclaimer: não gosto de chocolate. Em alternativa: uma tosta YES!diet com um queijo magro. "Como assim, queijo?" penso para mim, uma vez que achava que nenhum lacticínio magro faria parte da minha dieta.

Leia também
Surpresa: posso comer uma segunda vez a meio da tarde. Acredito que, às tantas, lembrar-me de comer vai ser o maior desafio. O segundo lanche é uma alternativa que não tenha comido ao pequeno almoço, ou então creme ou pudim, ambos da YES!diet. Ao jantar, valem as regras do almoço. Se à noite, antes de ir dormir, tiver fome, posso comer uma gelatina YES!diet (yay!) de ananás ou morango.

No final da sessão de compras, quase não me cabe tudo nos braços, de tantas coisas saudáveis e deliciosas que levo para esta minha primeira semana. Ao chegar a casa, a minha gata recebe-me com mimos, e sobe à mesa para ver o que trouxe do supermercado. Também ela parece estar expectante em relação à minha primeira semana. Prometo contar-vos tudo em breve mas, agora, vou focar-me na minha missão: reaprender a comer.
Leia também
Saiba mais Yes Diet, Catarina, Dieta, Nutrição, Supermercado, Emagrecer, 12 semanas, Alimentação, Nutrir, Comer bem, Mudar vidas, Peso
Mais Lidas