Atual

"Menino veste azul e menina veste rosa", diz a nova ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos do Brasil

Damares Alves, que deveria apoiar os direitos humanos, em especial os das mulheres, afirmou que o Brasil entra agora numa “nova era”. Só se for a do retrocesso.

Foto: Sergio Lima/AFP/Getty Images
04 de janeiro de 2019 | Aline Fernandez

"É uma nova era no Brasil: menino veste azul e menina veste rosa", proclama a nova ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos do Brasil, enquanto sorri e dá saltos após chamar a atenção dos presentes – espetadores esses que exclamaram com ela e ovacionam-na. A julgar pela roupa que Damares Alves veste, acredita-se que o inacreditável vídeo amador foi gravado esta quarta-feira, dia 2 de janeiro, porque usa o mesmo conjunto branco às riscas visto na sua cerimónia de posse. No mesmo dia aliás, Damares disse publicamente no seu discurso de posse, que "menina será princesa e menino será príncipe".

Não é a primeira vez que a nova ministra faz uma declaração do género. A pastora e frequentadora da Igreja Batista já afirmou que o papel da mulher é ser mãe. Para Damares Alves, o género é definido pela sua natureza.

O vídeo tornou-se viral e foi republicado por milhares de usuários nas redes sociais. Há quem defenda a ministra, mas muitos posicionam-se contra a sua declaração. E, claro, os memes não perdoam.

Ver esta publicação no Instagram

Rosa ou azul? Tanto faz.

Uma publicação partilhada por Luciano Huck (@lucianohuck) a

A rede de comunicação de esquerda  Mídia Ninja, que tem como objetivo servir de alternativas à imprensa tradicional, criou um evento no Facebook nomeado "Meninos de rosa e meninas de azul", convidando todos a irem para a rua, no dia 10 de janeiro, meninas vestidas de azul e meninos de rosa. Até a manhã desta sexta-feira, mais de 12 mil pessoas confirmaram a sua participação e mais de 7 mil demonstraram interesse.

Após a polémica nacional logo no segundo dia do ano e apenas a horas da sua posse, a nova ministra falou ao jornal brasileiro GLOBO. "Fiz uma metáfora contra a ideologia de género, mas meninos e meninas podem vestir azul, rosa, colorido, enfim, da forma que se sentirem melhores". Resta-nos acompanhar quantos mais retrocessos o Brasil vai testemunhar desde a nova posse do 38º presidente brasileiro, Jair Bolsnaro, no dia 1 de janeiro, e da sua equipa ministerial. E quem poderá, de facto, representar as mulheres, as famílias e os direitos humanos no Brasil. E hoje é só dia o 4 de janeiro…

Saiba mais Brasil, Damares Alves, ministra, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, menino veste azul, menina veste rosa, azul, rosa, género, Mídia Ninja, Jair Bolsonaro
Relacionadas
Mais Lidas