Atual

Isabel: a série inspirada na vida de Isabel Allende

Uma história biográfica sobre a vida atribulada da autora chilena, cujo sucesso e determinação foram quebrados por tragédia.

A carregar o vídeo ...
02 de julho de 2022 Máxima

Repleta de sucesso, mas também de perda, a vida de Isabel Allende, de 79 anos, inspirou uma minissérie de três episódios, original da HBO Max.

De nome Isabel: A íntima História de Isabel Allende, a obra cinematográfica segue a incrível jornada da autora de língua espanhola mais lida no mundo - interpretada por Daniela Ramírez - além de uma grande feminista e ativista dos direitos humanos. Jovem destemida, a chilena estava disposta a quebrar os padrões sociais para vingar enquanto escritora e mulher. Porém, no auge da carreira, chega-lhe uma notícia devastadora: a filha estava a morrer. Portadora de Porfíria, uma doença hereditária que recebeu através do pai, Miguel Frías, Paula deu entrada no hospital em 1991, acabando por ficar em coma. Morreu um anos depois, em dezembro de 1992, com apenas 29 anos.

Isabel nasceu a 2 de agosto de 1942, no Chile, mas foi forçada a deixar o país em 1973, após o golpe militar que derrubou o regime democrático da altura e levou à morte do presidente chileno Salvador Allende, primo do seu pai. Antes de se dedicar à literatura, foi jornalista, tanto no Chile como na Venezuela, onde viveu até 1984. Mudou-se para os Estados Unidos pouco depois, onde testemunhou a morte da filha. O seu primeiro romance, A Casa dos Espíritos (1982), foi apenas o início de um extraordinário legado. A minissérie está disponível no TVI Player. 

Saiba mais
cultura, atualidade, Isabel Allende, minissérie
Leia também

Liz Truss, a mulher que pode derrubar Boris Johnson

Se nos tempos mais próximos houver uma corrida à liderança do partido, há uma candidata em que os Conservadores britânicos mais lealistas não param de falar. Entra em cena a mais recente ministra dos Negócios Estrangeiros de Boris Johnson – por vezes, a cavalo num tanque de guerra (qualquer semelhança com Thatcher, absolutamente intencional). Charlotte Edwardes fala com elementos de Westminster acerca de Liz Truss, de momento a mais poderosa mulher na política britânica.

A história ultrassecreta das espias que combateram Hitler  

Pareciam-se pouco com Mata Hari mas foram decisivas para o esforço de guerra aliado durante a Segunda Guerra Mundial. No filme 'As Espias de Churchill', que acaba de chegar à Netflix, conta-se a história real de três mulheres que combateram o nazismo com as armas da inteligência.  

"Susan Sontag foi a última estrela literária americana"

Há 20 anos apaixonou-se pela obra literária da brasileira Clarice Lispector, a quem dedicou uma biografia exaustiva. Fascinado por mulheres extraordinárias Benjamin Moser não hesitou em aceitar o convite para biografar a sua compatriota Susan Sontag. Ganhou o Prémio Pulitzer.

As Mais Lidas