Atual

Critics Choice Awards. As mulheres lideram os prémios

A 26.ª edição, que teve lugar este domingo, 7, entregou vários dos seus prémios a mulheres. A Netflix destacou-se com 14 distinções e a red carpet voltou a ser virtual.

08 de março de 2021 | Rita Silva Avelar

O filme Nomadland, com Frances McDormand, foi o grande vencedor dos Critics Choice Awards, ao ganhar os prémios de Melhor Filme, Melhor Realizador e Melhor Argumento Adaptado (Chloé Zhao) e Melhor Fotografia (Joshua James Richards).

Neste Dia Internacional da Mulher, o facto de Cholé Zhao se ter tornado a primeira mulher chinesa a ganhar tanto como realizadora como argumentista, tem um impacto especial.

Na verdade, as mulheres ganharam terreno nesta edição. O prémio de Melhor Atriz foi atribuído a Carey Mulligan pela prestação em Mulher Jovem Promissora, que também ganhou as distinções de Melhor Argumento Original, nesse caso para Emerald Fennell. Nas séries, The Crown conquistou quatro categorias: Melhor Série Dramática, Melhor Ator numa Série Dramática (Josh O'Connor), Melhor Atriz numa Série Dramática (Emma Corrin), e Melhor Atriz Secundária numa Série Dramática (Gillian Anderson), dando o mote para o domínio da Netflix.

Gambito de Dama arrecadou o galardão de Melhor Minissérie ou telefilme, e Anya Taylor-Joy, atriz principal, venceu o prémio de Melhor Atriz na mesma categoria. Zendaya também recebeu o prémio SeeHer, pela prestação em Malcolm & Marie, onde surge exímia.

Leia também

A Voz Suprema do Blues ganhou três categorias, incluindo Melhor Ator para Chadwick Boseman (um prémio póstumo), Melhor Guarda-Roupa, e Melhor Cabelo e Maquilhagem. Daniel Kaluuya ganhou o prémio de Melhor Ator Secundário, em Judas e o Messias Negro, e o de Melhor Atriz Secundária foi para Maria Bakalova por Borat, o Filme Seguinte.

Nas séries de comédia, Ted Lasso ganhou as três categorias para as quais foi nomeada: Melhor Série de Comédia, Melhor Ator de uma Série de Comédia (Jason Sudeikis) e Melhor Atriz Secundária de uma Série de Comédia (Hannah Waddingham).

A corrida para o "Melhor Especial de Comédia", que foi inteiramente dominada pelos nomeados da Netflix, resultou num empate entre Jerry Seinfeld: 23 Horas para Matar e Michelle Buteau: Bem-vindos a Buteaupia.

Leia também
Saiba mais Netflix, Nomadland, Melhor Argumento Adaptado, Frances McDormand, Melhor Filme, Melhor Especial de Comédia, Melhor Realizador, Chloé Zhao, Melhor Fotografia, Joshua James Richards, Melhor Ator Chadwick Boseman, Série Dramática, Melhor Atriz Secundária, cinema, Melhor Argumento Adaptado
Mais Lidas