Atual

7 festivais de verão a não perder

Descentralizar e desconfinar são as palavras de ordem nos festivais deste verão. Do cinema à música, passando pela gastronomia, conheça os programas imperdíveis do próximo mês.

13 de agosto de 2020 | Rita Silva Avelar

Festival Arrebita

A iniciativa Arrebita Portugal, um evento promovido pela agência de comunicação Amuse Bouche vai levar o melhor da gastronomia nacional a vários pontos do País. A primeira edição acontece em Portimão nos dias 21, 22 e 23 de agosto, tem entrada gratuita, e promete reunir o melhor da gastronomia local, incentivando ao consumo nacional. Durante três dias, ao ar livre e com circuitos de sentido único, 15 chefs - entre jovens cozinheiros em ascensão e nomes já consolidados da cozinha nacional - vão preparar pratos de street food inspirados nas tradições da região e na gastronomia do mundo, com recurso aos melhores produtos locais. 

O festival acontece no centro de Portimão, na Praça da República (Alameda) e nas ruas do Comércio e Vasco da Gama. Cada chef tem ao seu encargo a criação de um prato doce ou salgado (entre os €5  e os €8 ) para degustar on the go, utilizando na sua confeção produtos locais e da época. O recinto estará aberto nos três dias do evento entre as 19h e as 23h30 (última entrada). "No meio deste caos estamos super motivados por estarmos a dinamizar o sector, que está praticamente congelado" resume Ana Músico, CEO da Amuse Bouche.

Festival Arrebita
Festival Arrebita



Festival Política

De 13 a 16 de agosto, o Festival Política acontece entre Lisboa, Évora e Braga para refletir sobre o ambiente. O festival conta com sessões de cinema com os vencedores dos Green Film Network Awards (que também estarão a votos do público) e a exibição de "Injustiça", o grande vencedor Ambiente da última edição do CineEco, e ainda a exposição da artista Carolina Maria. Pela primeira vez há um país em destaque que é o Brasil e que sobressai em vários momentos, como a atuação dos Venga Venga, a performance de Viton Araújo e André Dez "Saravá Palavrá" ou o debate "O que se passa no Brasil?". Outro dos grandes destaques vai para o humorista Diogo Faro aka Sensivelmente Idiota que vai apresentar um espectáculo especialmente feito para a ocasião, na sala principal do São Jorge, dia 15 de agosto, às 21h30. Este festival tem como principal objetivo ser um espaço de promoção de cidadania, envolvendo todos e todas na sociedade e na democracia.

Festival Política
Festival Política

Festival F

Pouco a pouco, retoma-se a normalidade. Com ela chegam os tão desejados concertos de verão: de 13 de agosto a 13 de setembro, o Largo da Sé, na Vila Adentro, em Faro, recebe as Noites F, uma celebração do Festival F em 20 espectáculos de música, humor e magia.

Este ano, o festival reinventa-se e decorre com mais medidas de segurança que nunca, dentro das normas estabelecidas pela DGS, num alinhamento que inclui nomes como Carolina Deslandes e Jimmy P (a dupla tem um novo disco), Os Quatro e Meia, Diogo Piçarra, Moonspell ou Sérgio Godinho.

Carolina Deslandes e Jimmy P atuam nas Noites F a 4 de Setembro
Carolina Deslandes e Jimmy P atuam nas Noites F a 4 de Setembro

Fazunchar

Figueiró dos Vinhos recebe de 15 a 23 de agosto, o Fazunchar, um evento que combina uma série de expressões artísticas (da arte urbana à música, fotografia e ilustração) sempre em diálogo constante entre elas, com a comunidade e território.

Este ano a programação inclui uma vasta seleção de artistas femininas como Helen Bur, Tamara Alves e Surma, divididas entre intervenções e atividades que contemplam pintura mural, residências artísticas, instalação, concertos, filmes, ações comunitárias, visitas guiadas e workshops. Tudo com acesso gratuito.

Fazunchar
Fazunchar

Indie Lisboa

À 17ª edição, o Indie Lisboa - Festival Internacional de Cinema promete contentar os cinéfilos com 240 filmes, entre 25 de agosto e 5 de setembro. "Da retrospectiva de Ousmane Sembène à celebração dos 50 anos do Forum Berlinale, passando pelas competições principais, vislumbrando os olhares distintos compilados na secção Silvestre, dentro da qual poderemos mergulhar num foco ao trabalho de uma realizadora cujo nome instiga cinéfilos, Mati Diop, até às propostas de cinema do Director’s Cut, a música que ecoa nos documentários que integram o IndieMusic, o expansivo imaginário que é perpetuado no IndieJúnior, e acabando o dia a tentar não tapar os olhos com as mãos na Boca do Inferno, esta 17ª edição volta a ser nuclear" lê-se no comunicado à imprensa.

Indie Lisboa
Indie Lisboa

Bons Sons

Também o Bons Sons sentiu necessidade de se reinventar com a pandemia, e ao longo do mês em que estava prevista a realização da 11.ª edição do BONS SONS, o festival dá lugar à iniciativa Cem Soldos Habita a Rua, um programa com ações que envolvem os habitantes da aldeia, tendo em vista a preparação do festival do próximo ano, e com uma programação online dedicada a todos.

Nos dias 14, 15, 22 e 29 de agosto, realizam-se concertos em live streaming, uma exposição de fotografia, projeções de vídeo nas paredes da aldeia, pré-apresentação de um livro dedicado a Cem Soldos, um percurso artístico, passeios interpretativos de biodiversidade, bem como oficinas de fotografia, de design gráfico e de costura, e ainda um mercado de trocas.

Bons Sons em Cem Soldos
Bons Sons em Cem Soldos

MotelX

A 14ª edição do Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa mantém-se de pé de 7 a 14 de setembro. "Pela primeira vez, o MOTELX propõe um diálogo entre as maravilhas caóticas do cinema experimental e o universo do cinema de terror, ambos reflexos da contracultura" lê-se sobre esta edição. O Cinema São Jorge, a Brotéria, o Largo Trindade Coelho e o Convento de São Pedro de Alcântara recebem este festival que, nesta edição, aborda temas da actualidade como o eco-terror, o racismo e o feminismo.

Motelx
Motelx
Saiba mais Festivais, Verão, Festival Arrebita, IndieLisboa, Motelx, Cem Soldos Habita, Lisboa, Brasil, Boca do Inferno, Cinema São Jorge, Noites F, Fazunchar, Bons Sons, MotelX, artes, cultura e entretenimento, cinema, política, cultura (geral)
Relacionadas

Ir ao paraíso e voltar

Aos poucos o mundo vai reabrindo e, embora as viagens ainda sejam pensadas com cautela, não devemos deitar fora a nossa lista de sítios a visitar. São Miguel, nos Açores, é certamente um desses lugares, um paraíso entre a Natureza e o oceano.

De drogaria a restaurante de bairro

Este não é mais um restaurante cool lisboeta. É um recanto cheio de histórias, encantos e iguarias portuguesas para provar enquanto se brinda ao desconfinamento.

Mais Lidas