Celebridades Come, bebe e sê feliz!

Há 100 anos iniciava-se a década mais louca e bem-disposta de todo o século XX. Revelava-se o cinema sonoro, dançava-se o charleston, descobria-se o jazz, a cocaína, os cabarés e os prazeres da vida noturna e do sexo sem tabus. A moda feminina mostrava as pernas e muita pele e as mulheres ousavam fumar em público e frequentar cafés. Os loucos anos 20 terminariam, no final da década, com a “queda” da Bolsa de Nova Iorque, mas o mundo e a vida das mulheres não voltaram a ser os mesmos.

Celebridades As festas milionárias em Portugal nos anos 60

Durante uma semana, o muito dinheiro luziu em três festas memoráveis, contra o que era a norma provinciana em Portugal. Foram as festas milionárias, em setembro de 1968, oferecidas ao verdadeiro jet set internacional por um boliviano, um francês e, admiremo-nos, um português. Cinquenta anos depois fazemos-lhe um convite: entre nesses antros exclusivos de fama e de riqueza na companhia dos melhores cicerones e, no final, não diga adeus. Parta como uma estrela.

Designers Karl, o imortal

O diretor artístico da Chanel partiu. O criador que desafiou as leis da vida desapareceu aos 85 anos, em Paris. Retrato possível de um homem que sabia demasiado – e de quem, só aparentemente, sabíamos alguma coisa. Recordamos o artigo publicado na Máxima um ano depois da sua morte.

Moda Karl Lagerfeld, o designer que nunca parou de nos provocar

Em 1983, disseram-lhe que a Chanel era passado e Lagerfeld não resistiu à provocação. Tornou-se num dos mais emblemáticos designers de Moda de sempre, único na forma como vestiu a modernidade feminina e reinventou o trabalho da também icónica Coco Chanel. O designer de moda alemão Karl Lagerfeld morreu nesta terça-feira, 19, aos 85 anos, em Paris.