Prazeres

Usa caldos culinários? Está na altura de parar

São saborosos e práticos, mas podem ser prejudiciais se utilizados em excesso. Saiba como.

Foto: Pexels
12 de fevereiro de 2022 Ana Filipa Damião

Tal como o alho e outros alimentos, os cubos de caldo desidratado são uma forma rápida e eficaz de dar sabor à comida. No entanto, sabia que estes pequenos concentrados de sabor têm vários perigos para a saúde

Em primeiro lugar, "os cubos de caldo não têm nenhum valor nutricional", alerta Jean-Michel Lecerf, chefe do departamento de nutrição e atividade física do Instituto Pasteur, em entrevista ao site da Madame Figaro. "Em termos de fibras e vitaminas, está muito longe do que um caldo ou sopa caseiros podem fornecer. É um alimento ultra processado cujo único objetivo é acrescentar sabor à comida." O que nos leva ao segundo problema – a quantidade excessiva de sal, que além de prolongar o prazo de validade do produto, também impede o desenvolvimento microbiológico na embalagem. Atua ainda como um "agente de volume", que assim aumenta o peso do cubo.

Segundo uma experiência levada a cabo pela revista francesa 60 Millions de Consommateur, que testou 34 referências de cubos, metade destes continham mais de 25% do consumo diário de sal recomendado pela Organização Mundial da Saúde (5 gramas). Este excesso pode levar ao desenvolvimento de pressão arterial alta e cancro no estômago.

Adivinha qual é o terceiro perigo? Sim, o açúcar, neste caso sacarose e xarope de glucose. "É um dos elementos escondidos que ingerimos inconscientemente e que contribuem para reforçar o nosso apetite por açúcar", explica François Bouche, professor de ciência e tecnologia alimentar, também à Madame Figaro. Por fim, e como se não bastasse, os cubos de caldo são ricos em corantes e intensificadores de sabor. Geralmente, os fabricantes acrescentam pigmentos de caramelo simples (E150a) para dar cor, mas há aqueles que optam por aditivos mais controversos, como o caramelo de amónia (E150c) e o caramelo sulfítico de amónia (E150d). São perigosos porque "a sua reação química pode criar uma molécula classificada como possivelmente cancerígena pela Agência internacional para a Investigação do Cancro", diz Buche.

Se tem cubos lá por casa e não os quer desperdiçar, uma opção é dilui-los em mais água do que o recomendado nas embalagens.

Saiba mais
Gastronomia, Educação, Culinária, Cubos de caldo
Leia também
As Mais Lidas