Prazeres

Nos bastidores de 'Alice no País das Maravilhas', a nova peça da Companhia Nacional de Bailado

Cores, tecidos, texturas e muitas ideias. É assim o processo criativo de Renê Salazar, figurinista do espetáculo da CNB, que nos guiou pelos segredos do guarda-roupa.

A carregar o vídeo ...
06 de dezembro de 2021 Máxima

Nascido em São Paulo, no Brasil, o figurinista Renê Salazar passou pelo palco como bailarino, mas foi na criação de figurinos que decidiu focar o seu trabalho. A experiência ofereceu-lhe conhecimento sobre quais as melhores opções em palco e o novo espectáculo da Companhia Nacional de Bailado foi um verdadeiro desafio criativo.

É a partir da sua imaginação (e das suas mãos) que nascem os figurinos de Alice no País das Maravilhas. Em entrevista à Máxima, Renê Salazar revela alguns pormenores sobre os seus figurinos preferidos e algumas histórias por detrás dos fatos usados pelos bailarinos. Do botão ao tipo de tecido, nenhum pormenor é descurado pelo figurinista.

O espetáculo está em cena até 23 de dezembro no Teatro Camões, em Lisboa.

 

Saiba mais
Alice, Alice no País das Maravilhas, , Renê Salazar, artes, cultura e entretenimento, dança
Leia também

Inês Moura, a arquiteta contadora de histórias

Um dos nomes sonantes na área da arquitetura e design de interiores em Portugal - afinal, é ela quem fica com alguns dos projetos mais cool do momento, como os restaurantes Província e Memoria, do Grupo Non Basta, ou do recém inaugurado Bar Salla do Palácio Chiado.

Um dia com a Companhia Nacional de Bailado. Em direto

Esta terça-feira, dia 19 de outubro, assinala-se o World Ballet Day e a Companhia Nacional de Bailado vai mostrar os bastidores de um dia de trabalho no Teatro Camões, enquanto prepara a produção clássica Alice no País das Maravilhas, que estreia em dezembro.

Lumen, o hotel que chegou para iluminar Lisboa

Fica no coração da cidade e é perfeito para relaxar uns dias antes das festas, com jantar “obrigatório” no Clorofila, onde o chef Celso Dias desconstrói com mestria algumas receitas portuguesas.

As Mais Lidas