Moda / Tendências

Tory Burch reage às acusações de apropriação cultural, mas a polémica já está instalada

Depois da conta de Instagram Diet Prada denunciar a apropriação cultural de que foram parte os coletes poveiros da Póvoa de Varzim, a designer decidiu responder. Saiba o que disse Tory Burch, que entretanto removeu a peça do site.

Foto: Getty Images
26 de março de 2021 | Rita Silva Avelar

Na passada quinta-feira à noite, a polémica página de Instagram Diet Prada denunciou a apropriação cultural de que foi alvo uma peça de vestuário tradicional portuguesa, as camisolas poveiras, originárias da Póvoa de Varzim que já existem há mais de um século. O Diet Prada publicou uma fotografia do ator Ricardo Carriço a vestir esta peça, com a imagem da camisola que está no site da Tory Burch, evidenciando as semelhanças entre uma e outra. 

"Quando ela [Tory Burch] não está ocupada a "colonizar" um centro comercial, a sua equipa de design está aparentemente a reunir inspiração de todos os cantos do mundo. A mais recente? Uma camisola tradicionalmente usada desde o início do século XIX por pescadores portugueses da Póvoa de Varzim. Ricardo Silva, presidente da união paroquial da Póvoa de Varzim, publicou no Facebook: "A incrível história de como uma marca internacional Tory Burch apresenta a nossa camisola poveira como sendo sua. A luta de David contra um Golias que usurpa, não responde e não reconhece uma das principais peças do artesanato português" cita o Diet Prada. O post teve mais de 70 mil gostos. A camisola apresentada por Tory Burch apresenta um motivo bordado de caranguejos e o brasão português. 

Diet Prada denuncia Tory Burch
Diet Prada denuncia Tory Burch Foto: @diet_prada

A designer norte-americana, que até agora se mantivera indiferente à polémica e que apenas se tinha limitado a remover o termo "inspiração mexicana" da descrição da camisola, reagiu à publicação. "Reconhecemos em absoluto este erro e assumimos toda a responsabilidade. Chamou-nos a atenção que atribuímos uma origem errada a esta camisola e não nos apercebemos disso. Estamos a trabalhar com a cidade da Póvoa de Varzim para retificar este erro. Celebramos todas as culturas e esforçar-nos-emos por fazer melhor para o futuro" escreveu Tory Burch, mas os comentários acusatórios ultrapassam os 2 mil. 

Leia também
Tory Burch apodera-se de camisola tradicional portuguesa
Tory Burch apodera-se de camisola tradicional portuguesa Foto: Tory Burch


De ontem para hoje, a designer assumiu o erro no site e alterou o nome da camisola para "Camisola inspirada na Póvoa de Varzim", e na descrição escreveu: "A nossa blusa de malha em lã merino é inspirada numa camisola poveira tradicional, a bela camisola de pescador que representa a cidade da Póvoa de Varzim, em Portugal. Originária do século XIX, a camisola poveira era usada pelos pescadores durante o tempo frio. Os padrões simbolizam a cultura local, quase sempre feitos em vermelho, preto e branco. A nossa versão apresenta ombros largos, uma bainha recortada e um ajuste ligeiramente sobredimensionado. Clique aqui para mais informações sobre camisola poveira e Póvoa de Varzim" redireccionado para o site da Câmara Municipal da localidade.

Ao fim do dia desta sexta-feira, 26 de março, a designer decidiu remover a peça do site por completo. Oproduto desapareceu do site pouco depois de Graça Fonseca, Ministra da Cultura, se manifestar sobre o assunto.  "A ministra da Cultura, Graça Fonseca, tomou a iniciativa de solicitar a identificação das vias judiciais e extrajudiciais ao dispor do Estado português para defender a camisola poveira enquanto património cultural português. O Governo, tendo comunicado a sua intenção à Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, fará o que estiver ao seu alcance para que quem já reconheceu publicamente o seu erro não se demita das suas responsabilidades e corrija a injustiça cometida, compensando a comunidade poveira", diz o Ministério, em comunicado.

Aparentemente, não é a primeira vez que a designer copia sem escrúpulos uma peça de origem portuguesa. Além de roupa também vende peças de decoração, e entre elas já fez réplicas das famosas travessas em forma de couve da Bordallo Pinheiro. A marca de cerâmicas portuguesa já respondeu, com uma publicação no Instagram.

Leia também
Saiba mais Tory Burch, Prada, Instagram, Diet Prada ™, Póvoa de Varzim, Ricardo Carriço, artes, cultura e entretenimento, Internet
Mais Lidas
Televisão Halston, o homem que inventou a moda americana

Foi o rei da Nova Iorque dos anos 70, quando mulheres como Jackie Kennedy ou Bianca Jagger não dispensavam as suas criações, tão minimalistas como sensuais. Halston inspirou uma minissérie da Netflix, com Ewan McGregor no principal papel.