Celebridades

“Só é difícil se fores um homem com alguma coisa a esconder”. Ator Idris Elba fala sobre o MeToo

Numa entrevista recente, o ator britânico demonstrou o seu apoio ao movimento contra o assédio e agressão sexuais.

18 de dezembro de 2018 | Sara Nascimento

Várias têm sido as reações ao movimento MeToo desde que este "desabrochou" no último ano, mas sempre mais raras (e cuidadosas) quando vindas do sexo masculino.

Recentemente eleito pela revista People como o Sexiest Man Alive, Idris Elba demonstrou o seu apoio ao movimento MeToo numa entrevista ao jornal britânico The Sunday Times. O ator foi questionado sobre se era difícil ser um homem em Hollywood devido à forte presença do movimento contra agressões e abusos sexuais.

Ao contrário do que aconteceu com outros atores, a resposta de Elba, simples e direta ao assunto, provocou uma onda de reacções postitivas. "Só é difícil se fores um homem com alguma coisa a esconder," disse.  

Mulheres como a realizadora Shonda Rhimes ou Valerie Jarrett, que fez parte da administração Obama, já demonstraram a sua empatia através da rede social Twitter.

Não é a primeira vez que o ator demonstra o seu apoio aos movimentos de afirmação feminina do último ano. Num discurso perante o Parlamento britânico, em 2016, o ator reinvidicou a contratação de mais mulheres a trabalhar em Hollywood, tanto à frente como atrás das câmeras, assim como cargos como em cargos de poder.

Saiba mais Idris Elba, MeToo
Relacionadas

Lisboa: beatas e pastilhas elásticas no chão vão dar multa até 1.500 euros

Lisboa vai ter um novo regulamento para os resíduos e a fiscalização será feita pelas juntas, que depois arrecadam o dinheiro das coimas. Os estabelecimentos comerciais vão ser obrigados a manter limpas as suas zonas de influência num espaço de dois metros e a venda em copos descartáveis vai ser proibida.

Mais Lidas