Beleza / Wellness

O que comer para ter um cérebro saudável

Porque o que conta é (mesmo) o interior.

04 de abril de 2018 | Andreia Rodrigues
Quando pensa em adotar um estilo de vida mais saudável, é provável que a sua principal motivação seja melhorar o exterior. Embora seja um motivo válido e com a sua devida importância (não queremos ser cínicas), nunca é demais lembrar que as mudanças devem começar no interior e que o corpo só vai parecer saudável se efetivamente o for.

Assim sendo, o cérebro deve ser uma das suas prioridades, já que este está encarregado de controlar e regular a maioria das funções do corpo e da mente. Os especialistas recomendam que este seja treinado, quer através da leitura quer através de jogos, mas a nutrição também não deve ser deixada de lado, já que tem importância na função cognitiva.

"Estamos a começar a compreender melhor o impacto da nutrição na aprendizagem e na memória, desde a infância à idade adulta", afirma Matt Kuchan, cientista que estuda a ligação entre a saúde do cérebro e a nutrição na Abbot, em entrevista à Byrdie.

Quanto aos alimentos que beneficiam a saúde do cérebro, o especialista em medicina osteopática Christopher Calapai aponta os frutos com cores fortes, nomeadamente o mirtilo. Este fruto "é rico em fibra e vitaminas C e K e contém níveis altos de ácido gálico, que protege o nosso cérebro da degeneração e stress", explica.
Segundo Matt Kuchan, alimentos que contêm luteína e zeaxantina, como é o caso dos legumes de folha verde (couve, espinafres, brócolos), são também muito benéficos, pois ajudam na memória e na velocidade de processamento da informação.   

Também as especiarias ocupam um lugar importante na prevenção de doenças, como a demência. De acordo com Mike Dow, especialista na saúde do cérebro, o açafrão é um agente inflamatório e a pimenta preta ajuda a digeri-lo, ou seja, quando combinados, previnem um conjunto de doenças nas quais existe deterioração do desempenho cognitivo e comportamental.

Os frutos secos e as sementes são ricos em ómega 3 que, segundo Matt Kuchan, "têm um papel essencial na preservação das funções cognitivas e desaceleram o envelhecimento do cérebro". Estes são ainda ricos em vitamina E, que "está ligada à memória, visão e desenvolvimento da linguagem", afirma Kuchan. Por esse motivo, o especialista recomenda nozes, avelã, castanha-do-Brasil, amêndoa, caju, amendoim e sementes de girassol. Menciona ainda o abacate, também ele rico em vitamina E. E também rico em ómega 3, temos o peixe.

Quanto às bebidas, sabia que o café que bebe todas as manhãs para acordar pode, de facto, contribuir para a saúde do seu cérebro? Segundo Mike Dow, o café e o chá preto são neuroprotetores, tudo graças à combinação de antioxidantes.

 

Mirtilo
Foto: D.R.
1 de 10 / Mirtilo Mirtilo
Vegetais de Folha Verde
Foto: D.R.
2 de 10 / Vegetais de Folha Verde Vegetais de Folha Verde
Açafrão
Foto: D.R.
3 de 10 / Açafrão Açafrão
Pimenta Preta
Foto: D.R.
4 de 10 / Pimenta Preta Pimenta Preta
Nozes, Caju, Avelã, Amêndoa e Castanha-do-Brasil
Foto: D.R.
5 de 10 / Nozes, Caju, Avelã, Amêndoa e Castanha-do-Brasil Nozes, Caju, Avelã, Amêndoa e Castanha-do-Brasil
Sementes de Girassol
Foto: D.R.
6 de 10 / Sementes de Girassol Sementes de Girassol
Abacate
Foto: D.R.
7 de 10 / Abacate Abacate
Peixe
Foto: D.R.
8 de 10 / Peixe Peixe
Café
Foto: D.R.
9 de 10 / Café Café
Chá Preto
Foto: D.R.
10 de 10 / Chá Preto Chá Preto
Saiba mais cérebro, nutrição, benefícios
Relacionadas

É oficial: somos (mesmo) o que comemos

A Máxima falou com as autoras de Food Pharmacy — Comer Bem é o Melhor Remédio acerca de bactérias boas, más e de como um intestino saudável pode ser a solução para muitos problemas físicos e psicológicos.

Nutrição: “O Ayurveda é para todos”

Depois dos benefícios do ayurveda e de como integrá-los na nossa rotina de beleza, mostramos-lhe como fazê-lo na alimentação. Estivemos à conversa com profissionais para perceber melhor do que se trata.

10 Conselhos Para Um Almoço Equilibrado

Conversámos com Rita Rocha de Macedo, nutricionista e autora do novo livro Mais Receitas da Dieta Prática, que nos diz como comer bem ao almoço, sem arruinar o número na balança.

Hunger Games: comer ou não comer, eis a questão

Fasting, jejum intermitente ou jejum prolongado: são estes alguns dos nomes que designam a dieta do momento, que mais não pede que se feche a boca. Mas será (mesmo) esse o melhor remédio para emagrecer?

Mais Lidas
Realeza As amantes da vida de Juan Carlos

Num momento de especulação sobre o seu paradeiro, e após informar a casa real espanhola do seu afastamento, voltam a surgir as histórias da vida de um rei que nunca gostou de ser discreto.