Beleza / Wellness

Diário de uma dieta: semana 4. Panquecas, snacks e pão não são proibidos

A Catarina relata os desafios dos primeiros dias a comer alimentos completamente novos, saudáveis e nutritivos - sempre sem passar fome. Pelo meio, encontrou algumas provas de fogo.

20 de maio de 2021
É incrível como, nos primeiros dias, penso que o principal desafio desta dieta está a ser lembrar-me de comer, de fazer todas as refeições a tempo e horas. Tive uns testes difíceis: fui jantar a casa dos meus pais, havia empadão com rodelas de chouriço, sobremesa, bolo - havia tudo. E eu que até podia fazer uma "asneira" semanal, não comi nada! Segui o meu plano e fiquei feliz da vida. Noutro dia, fui jantar a casa de uns amigos que pediram McDonald's. Idem, comi e cumpri o meu plano à risca. Como boa portuguesa, gosto do convívio à mesa, mas confesso que comer sem me impor limites, em relação à quantidade, começa a ser algo distante, uma miragem que está quase a desaparecer, para dar lugar à saciedade através dos alimentos certas (e igualmente bons).

Eu não sinto fome, sinto saudades de comer outras coisas, como o tal empadão a sair do forno com o chouriço a crepitar por cima, claro, o cheiro da comida é sempre um desafio. Mas não vou ceder, tenho feito tudo certinho, e tem sido maravilhoso. Tenho saudades de comer uma pizza e beber uma Coca-cola (posso beber a versão light mas não acho a mesma coisa), mas sinto a minha relação com a alimentação a mudar. 

Não me custa nada beber água. Sinto que a minha barriga desinchou, e, após a primeira semana a cumprir a dieta, perdi 5,5 cm de volume abdominal e estou nos 96,2 kg. Ou seja, disse adeus a 3,3 kg em sete dias e pelo andar da carruagem serão muitos mais (espero). 

Um dos meus rituais preferidos são os pequenos-almoços. Comer panquecas não é exclusivo dos pequenos-almoços de hotel, rapidamente percebo. Sempre que via panquecas achava que era um sem fim de passos até poder dar a primeira garfada, afinal, com as da YES!diet, é num instante. Experimentei as panquecas de maçã caramelizadas com sementes de chia (leram bem, soa tão delicioso como é). Mal posso esperar pela próxima garfada, no pequeno-almoço de amanhã. Sinto algum desafio com as papas de aveia e com as barras, porque não gosto de chocolate e sou esquisita com texturas, confesso. Deixo-vos uma fotografia das minhas panquecas, que embora disformes, continuam deliciosas.

Leia também
Já contei que o meu gato continua curioso com os meus snacks? Talvez queira provar. Os dias passam e nem dou pelo tal desespero de "acabar" a dieta. Sinto que estou mesmo a reaprender a comer, que esta é uma fase de transição para uma fase melhor, mais rica, que me trará também crescimento pessoal. A comida influencia as nossas vidas mais do que pensamos, já se deram conta disso? Começo a perceber que posso continuar a adorar comer sem fazer uma vida de sacríficios. Essa noção, já ninguém me tira.
Leia também
Saiba mais Yes Diet, Catarina, Dieta, Nutrição, Supermercado, Emagrecer, 12 semanas, Alimentação, Nutrir, Comer bem, Mudar vidas, Peso
Mais Lidas