Beleza / Wellness

Diário de uma dieta: semana 2. Chegou o dia de subir à balança

Desafiada pela Máxima e pela YES!diet, a Catarina vai seguir um plano alimentar com o objetivo de emagrecer ao longo de 12 semanas, um processo que vai mudar a sua vida. Leia o segundo capítulo deste diário.

06 de maio de 2021

Sem hesitações, caminho a passo decidido até ao consultório da YES!diet, na Well’s, no Continente do C. C. Colombo, onde me espera a nutricionista Marta Esgalhado. A primeira consulta divide-se em várias fases, nas quais me mantenho bem-disposta e otimista. Na verdade, estou muito ansiosa por começar esta reeducação alimentar. Primeiro, são feitas várias questões relacionadas com a minha saúde, hábitos alimentares, lifestyle e informações básicas, à medida que Marta explica tudo sobre a dieta. Optei por começar com uma dieta cetogénica, que prioriza o valor proteíco em detrimento dos hidratos de carbono, nesta primeira etapa, até chegar à fase da reeducação alimentar, onde já presumo ter reaprendido a comer de forma mais saudável e moderada. E perdido peso, já agora.

Depois, é a vez de subir à balança (não me pesava há vários meses), cujo mostrador revelou, bem visível, o número 99.5kg. Não é assim tão surpreendente (as minhas pernas acusam sempre cansaço, e a sensação de peso constante), mas nem por isso menos alarmante. Do diagnóstico retenho a palavra obesidade, neste caso nada me vale medir 1.73 m. A percentagem de massa gorda está alta, mas nem tudo é mau: a percentagem de massa muscular não é assim tão baixa, e o músculo tem memória, o que vai ser bom para quando começar a fazer exercício. É muito importante começar a mexer-me, diz-me a nutricionista.

Numa terceira e última parte, é hora de arregaçar as mangas e começamos a desenhar, juntas, um plano alimentar para as 12 semanas seguintes. É preciso reforçar a ingestão de água, comer várias vezes ao dia e de forma moderada. Surpreendo-me: posso comer coisas apetitosas, e das quais gosto. Papas de aveia, tostas com doce de morango, barrinhas de chocolate com figo, iogurtes – são apenas alguns exemplos. Só não gosto de chocolate. Sim, leu bem, não gosto de chocolate e isso pode ser um desafio na altura de atacar um snack. Os vegetais são de cariz obrigatório, vou optar por variar. 

Esboço um sorriso - que é um misto de alívio por finalmente começar a cuidar de mim com um quê de ansiedade - ao dirigir-me ao expositor de alimentos da YES!diet, entusiasmada por descobrir o que será o meu menu da semana. Vamos a isto, penso para mim, à medida que começo a escolher os produtos e dou mais um passo em direção à mudança.

Leia também
Saiba mais Diário, 20kg, Catarina, Peso, 12 semanas, Diário de uma dieta, Yes Diet
Mais Lidas