Atual

Uma num milhão. Nancy Pelosi, a mulher que está a agitar águas internacionais

É, há mais de 30 anos, um rosto fundamental na política americana. No dia 2 de agosto, deslocou-se a Taiwan numa tentativa de ajudar a ilha a manter a democracia, e voltou a fazer manchetes nos jornais internacionais. Eis o assombroso percurso de Nancy Pelosi, atual Presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos da América.

Foto: Getty Images
03 de agosto de 2022 Rita Silva Avelar

Estavamos em dezembro de 2018 quando uma imagem de Nancy Pelosi se tornou viral na Internet, chegando a gerar incontáveis memes. Tratava-se de uma fotografia da democrata a sair da Casa Branca com um sorriso vitorioso, uns óculos de sol postos, e um casaco vermelho da Max Mara vestido que acabou, inclusive, por esgotar. Um look que a internet apelidou de "dragon-slayer", ou matador, numa tradução indireta. A razão? Pelosi tinha acabado de fazer uma espécie de knock out a Donald Trump, depois de ter reunido com este na Sala Oval e na sequência das vitórias dos democratas no Congresso em novembro de 2018. A intenção era apressar o fim do governo de Trump. Foi um momento triunfal para Pelosi, que começou a ser vista como um ícone, heroína da sua própria história, sobretudo pelos americanos. 

Mas as vitórias começaram muito anos antes.

Em 2007, Nancy Pelosi fez história quando foi eleita a primeira mulher para o cargo de presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos da América, ocupando o 52º lugar dessa lista. Foi-o até 2011, e voltou a fazer história em janeiro de 2019, quando recuperou o cargo de segunda na linha de sucessão à presidência – a primeira pessoa a fazê-lo em mais de seis décadas.

Pelosi, que atualmente mantém o mesmo cargo, também mantém a postura destemida. Aos 82 anos, foi esta a mulher que há poucos dias "agitou as águas" em Taiwan, depois de se reunir com a presidente da ilha, Tsai Ing-wen, e com deputados taiwaneses, prometendo ajudar a "preservar a democracia" deste território insular. Em jeito de ameaça, Pelosi foi recebida com o anúncio de exercícios militares no espaço aéreo e marítimo em redor da ilha, e com a suspensão de importações agrícolas a partir do território autónomo – mas se intimidou. "Hoje o mundo enfrenta uma escolha entre autocracia e democracia. A determinação americana em preservar a democracia aqui em Taiwan, e em todo o mundo, permanece inabalável", disse Pelosi. A intervenção não foi bem vista por todos: embora se lhe apontem qualidades como competência e assertividade, e por ter evitado escândalos durante toda a sua carreira, há quem a veja como uma figura privilegiada, branca, nascida numa família com influência.

Na visita a Taiwan.
Na visita a Taiwan. Foto: Getty

Nancy Pelosi nasceu, de facto, no seio de uma família italo-americana, em Baltimore, sendo a única rapariga e a mais nova de sete filhos. Filha de país ligados à Política – o pai, Thomas D’Alesandro Jr, foi um congressista democrata de Maryland e presidente em Baltimore, e a mãe, Annunciata Lombardi D’Alesandro, italiana, apoiava e liderava grupos de mulheres democratas - Nancy sempre esteve familiarizada com os direitos sociais e das mulheres. A história pessoal da democrata é contada na biografia Pelosi, de Molly Ball, com muito rigor e admiração. "Pelosi nasceu de uma proeminente família democrata em Baltimore, mas a rede de influência de São Francisco que a levou ao Congresso foi uma rede que ela própria construiu", escreve Ball, num artigo para o The New York Times. "Quando entrou na Câmara dos Representantes em 1987, as mulheres eram uma raridade na câmara e estavam completamente ausentes da liderança. O assédio sexual e o menosprezo eram constantes." Pelosi chegou para mudar as regras.

Quando foi eleita a primeira vez, em 2007.
Quando foi eleita a primeira vez, em 2007. Foto: Getty Images

Durante 35 anos, representou São Francisco, 12º Distrito da Califórnia, no Congresso. Foi sempre uma defensora acérrima dos cuidados de saúde e familiares, tendo sido uma das impulsionadoras do Affordable Care Act - ou mais conhecido como Obamacare – um sistema de saúde americano democrático, implementado em 2010. Foi, também, um dos rostos fortes da oposição parlamentar aos presidentes republicanos George W. Bush e Donald Trump, iniciando o processo de impeachment deste último. Em 2007, aquando da sua candidatura à presidência da Câmara dos Representantes, fez das alterações climáticas o apelo central da sua campanha. Dois anos mais tarde liderou a aprovação do American Clean Energy and Security Act: um projeto de lei abrangente para criar empregos de energia verde, combater a crise climática e fazer a transição dos EUA para uma economia de energia limpa.

Em 2022, com a chegada da guerra à Ucrânia, arrecadou milhões para apoio à segurança, economia e assistência humanitária através dos seus discursos, sendo um dos nomes chave na orquestração das imposições comerciais sancionárias impostas pelos EUA à Rússia.

Em 2019, ao lado de Donald Trump.
Em 2019, ao lado de Donald Trump. Foto: Getty Images

Outro dos seus domínios é o apoio à igualdade de género: Pelosy liderou a revogação histórica da política discriminatória "Don't Ask, Don't Tell", que bloqueava o acesso de gays e bissexuais às forças militares do país, e é uma das porta-vozes dos direitos da comunidade LGBTQ. Aprovou ainda a Lei de Prevenção de Crimes de Ódio de Matthew Shepard e James Byrd Jr., uma lei que promove a justiça para milhões de norte-americanos em risco de violência.

Com uma postura assertiva e um estilo elegante - veste quase sempre fatos, em tons garridos como azul, verde, amarelo ou laranja, e é raro vê-la sem maquilhagem ou joias - Nancy Pelosi distingue-se num país com um rosto ainda mais masculino que igualitário, e pelo empenho em questões fundamentais por resolver, do racismo à violência. Nancy abriu, e continua a abrir o caminho, para o diálogo internacional e para os direitos fundamentais dos americanos. Tem cinco filhos, todos com o empresário americano Paul Pelosi, com quem casou em 1963.

Saiba mais
Mundo, Discussão, Nancy Pelosi, Presidente, Política, Mulheres, EUA, Estados Unidos
As Mais Lidas