Atual

África do Sul, um país para amar desde o primeiro minuto

Descubra os infindáveis encantos da nação de Mandela.

18 de julho de 2018 | Joana Maia Rodrigues

Cerca de 12 mil quilómetros é a distância que separa Lisboa da Cidade do Cabo. Mas prometemos que vale a pena cada centímetro. A África do Sul é um paraíso por descobrir, desde os recursos naturais à gastronomia e das cidades às praias.  

Safari no Parque Nacional Hluhluwe & Imfolozi
Foi o primeiro local a receber o nome de reserva natural no mundo. O Parque Nacional Hluhluwe & Imfolozi localiza-se em KwaZulu-Natal, a norte de Durban. Se na sua bucket list está incluído um safari, este parque sul-africano é o local ideal. São 960 km2 onde tem a possibilidade de observar uma lista infindável dos mais diversos predadores e presas no seu habitat natural, entre eles elefantes, rinocerontes, búfalos, crocodilos do Nilo, girafas, impalas, cobras, macacos, as mais diversas espécies de felinos e muito mais.

Aventure-se nas Grutas Cango
Se gosta de explorar as profundezas da Terra, ponha à prova os seus conhecimentos de geologia nas Grutas Cango. Quatro quilómetros de túneis e de câmaras decorados com estalagmites e estalactites e até pinturas rupestres. Contudo, apenas um quarto da gruta localizada nas montanhas de Swartberg está disponível para visita.

Jardim Botânico Nacional Kirstenbosch
É na Montanha Table, na Cidade do Cabo, que podemos encontrar um dos mais belos paraísos naturais sul-africanos. Calcula-se que nos 528 hectares do Jardim Botânico Kirstenbosch existam cerca de sete mil espécies de plantas de origem sul-africana. Fundado em 1913, foi em 2015 que ganhou o prémio de Jardim do Ano atribuído pelos International Garden Tourism Awards.

De pé na areia
Com uma extensa costa, não podia faltar uma praia no nosso roteiro. A escolha vai para Muizenberg, na Cidade do Cabo, um longo areal branco abraçado por um mar de pouca ondulação. Desfrute de longos passeios a pé ou até de uma bela sesta, mas não deixe de espreitar as famosas casas coloridas no areal.

Museu do Apartheid
Se procura o local ideal para conhecer a história da África do Sul, este é o sítio certo. Aqui estão ilustradas as derrotas e vitórias de uma causa que marcou e continua a marcar profundamente a história do país, na luta pela democracia.

Constituição Hill
Hoje é a sede do Tribunal Constitucional da África do Sul, na cidade de Joanesburgo, mas no final do século XIX era uma prisão para homens caucasianos. Entre 1896 e 1899 foi construído um forte em volta da prisão como forma de proteção durante as invasões britânicas. Atualmente, estão expostas cerca de 200 peças de arte, incluindo nomes como Gerard Sekoto, William Kentridge e Cecil Skotnes, pessoalmente escolhidas pelo ativista e juiz Albie Sachs. 

Robben Island
Uma paragem obrigatóriaque nos faz viajar no tempo. Uma viagem pela história de um país, mas sobretudo pela história de um homem: Nelson Mandela. Foi ali que o antigo líder sul-africano passou mais de duas décadas da sua vida sem nunca renunciar à sua luta contra o apartheid e todas as formas de opressão.

Andar de balão de ar quente
Sobrevoar o Magalies River Valley é uma experiência inesquecível e se somarmos o facto de ser de balão de ar quente, torna-se irresistível. Envolto num silêncio profundo, que se faz sentir apenas quando estamos a largos metros do chão, é o ambiente perfeito para admirar as paisagens de Joanesburgo. Uma experiência a não perder quando visitar a África do Sul.

Aprecie um bom vinho em FranschhoekLocalizada no coração de Winelands (a cerca de 60 quilómetros da Cidade do Cabo), Franschhoek foi fundada por imigrantes franceses protestantes em 1688, sendo uma das mais antigas cidades sul-africanas. Entre montanhas e vinhas, é considerada a capital do vinho da África do Sul, repleta de adegas, tornando-se um local a não perder para apreciar um bom vinho.

De comer e chorar por maisPara lhe abrir o apetite, não faltam boas razões. Para uma refeição recheada de tradição, comece com biltong, uma carne curada que pode ser de bovino, de avestruz ou de carnes de caça. É obrigatório experimentar o bobotie, o bunny chow e o vetkoek. Para terminar com chave de ouro, opte pela sobremesa koeksister.

Parque Nacional Hluhluwe & Imfolozi
Foto: Pinterest
1 de 12 Parque Nacional Hluhluwe & Imfolozi
Grutas de Cango
Foto: Pinterest
2 de 12 Grutas de Cango
Jardim Botânico Nacional Kirstenbosch
Foto: Pinterest
3 de 12 Jardim Botânico Nacional Kirstenbosch
Praia de Muizenberg
Foto: Pinterest
4 de 12 Praia de Muizenberg
Museu de Apartheid
Foto: Pinterest
5 de 12 Museu de Apartheid
Constituição Hill
Foto: Pinterest
6 de 12 Constituição Hill
Ilha de Robben
Foto: Pinterest
7 de 12 Ilha de Robben
Vinhas em Franschhoek
Foto: Pinterest
8 de 12 Vinhas em Franschhoek
Andar de balão de ar quente
Foto: Pinterest
9 de 12 Andar de balão de ar quente
Biltong
Foto: Pinterest
10 de 12 Biltong
Bunny chow
Foto: Pinterest
11 de 12 Bunny chow
Koeksister
Foto: Pinterest
12 de 12 Koeksister
Saiba mais viagem, viajar, África, África do Sul, continente africano, safari, praia, grutas, museu, vinhas, roteiro
Relacionadas

Algarve em boa companhia

Na Companhia das Culturas, um ecoturismo sustentável perto de Castro Marim, está tudo certo, perfeitamente alinhado. É um daqueles sítios mágicos onde o tempo ainda para e o verdadeiro descanso começa.

Mais Lidas