Atual

Reservada e discreta, a homenagem que Kate Middleton prestou a Sarah Everard

A duquesa de Cambridge juntou-se à vigília em nome de Sarah Everard, a jovem britânica de 33 anos que foi raptada no Sul de Londres ao regressar a casa, tendo depois sido encontrada sem vida.

Foto: Instagram @kensingtonroyal
15 de março de 2021 | Marta Vieira

Na tarde do último sábado, 12 de março, Kate Middleton apareceu sozinha, sem o príncipe William ou os seus filhos, em Clapham Common, no Sul de Londres, para prestar homenagem a Sarah Everard.

Sem máscara, de semblante contido e com roupas casuais, a duquesa de Cambridge quis passar pelo memorial, onde ao longo do dia foram deixadas fotografias e flores alusivas ao feminicídio da jovem britânica. A presença de Kate poderia muito bem ter passado despercebida, não fosse a imprensa que estava no local a cobrir o caso.

De acordo com uma fonte próxima do Palácio de Kensington, citada posteriormente pela Sky News, Kate Middleton "quis mostrar o seu respeito pela família e por Sarah". A duquesa deixou um bouquet de narcisos no local, em representação do Palácio, e deteve-se alguns minutos a ler algumas mensagens de despedida a Sarah Everard.

Sem prestar declarações, retirou-se da mesma forma discreta. Mais tarde, a vigília acabou por ser suspensa devido a confrontos entre a polícia e a população, sendo que a duquesa já não se encontrava no local.

Leia também

Antes de se casar com o príncipe William, Kate Middleton dividia um apartamento com a irmã, Pippa Middleton em Chelsea, a poucos quilómetros de onde Sarah Everard foi avistada pela última vez. Talvez também por isso, tenha sentido uma comoção adicional com o caso, que tem levantado, um pouco por todo o Reino Unido e também no mundo, urgentes questões acerca segurança das mulheres na rua e do assédio que estas continuam a sofrer.

Leia também

Recorde-se que Sarah Everard, uma jovem executiva de marketing de 33 anos, desapareceu na noite de 3 de março por volta das 21h.  Saiu de casa de um amigo em Chapham, esteve ao telefone com o namorado durante 15 minutos e, durante o caminho até casa (que demoraria 50 minutos a pé) desapareceu. Na passada quinta-feira a investigação feita pela polícia confirmou que os seus restos mortais foram encontrados numa floresta a 90 quilómetros de sua casa. Um polícia e uma mulher na casa dos 30 anos foram entretanto detidos sob suspeita de sequestro e homicídio.

 

Leia também
Saiba mais celebridades, Kate Middleton, família real inglesa, homenagem, Reino Unido, Sarah Everard, feminicídio
Mais Lidas