Atual

'Blonde'. A razão pela qual o filme da Netflix sobre Marilyn Monroe é para maiores de idade

A obra inspirada na vida da atriz e protagonizada por Ana de Armas, foi considerada inadequada para jovens com menos de 18 anos, embora as razões não sejam claras. Este é o primeiro filme original da plataforma de streaming a receber tal classificação.

A carregar o vídeo ...
20 de junho de 2022 Ana Filipa Damião

O filme sobre a vida de Marilyn Monroe, protagonizado por Ana de Armas e produzido para a Netflix, continua a gerar controvérsia. A obra realizada por Andrew Dominik (e adaptada do romance de Joyce Carol Oates) recebeu uma classificação NC-17 pela organização responsavel, mas o motivo para tal decisão ainda não é o mais claro. Afinal, não é segredo nenhum que a vida e carreira da sex symbol dos anos 50 esteve envolta em várias polémicas, e que a própria Monroe vestia a sua sexualidade sem pudores.

De acordo com a Motion Picture Association, a classificação presente deve-se ao facto da obra, uma mistura de ficção e realidade, apresentar "algum conteúdo sexual", embora não existem indícios de cenas íntimas no trailer. "Fiquei surpreendido. Sim. Pensei que tínhamos pintado dentro das linhas", comentou Dominik em entrevista à revista Vulture, referindo-se à classificação de Blonde. "É um filme exigente. Se o público não gostar, é problema dele", contou ainda à revista Screen Daily.

Ainda não foram revelados mais detalhes sobre a razão por detrás do veredito, mas pensa-se que poderá estar relacionado com alguns aspetos mais gráficos do romance de Oates que poderão passar para a tela, como, por exemplo, a cena em que Marilyn é violada. Blonde, o primeiro filme original da Netflix para maiores de idade, estreia dia 23 de setembro.

Saiba mais
Cultura, Tendências, Blonde, Marilyn Monroe, Ana de Armas, cinema
Leia também
As Mais Lidas